VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Martin Granovsky: Foi preciso um argentino defender Lula em Paris

27 de setembro de 2011 às 16h55

Escravocratas contra Lula

Por Martín Granovsky, no Página 12, sugerido pelo Igor Fellipe

Podem pronunciar “sians po”. É, mais ou menos, a fonética de ciências políticas. Basta dizer Sciences Po para aludir ao encaixe perfeito de duas estruturas, a Fundação Nacional de Ciências Políticas da França e o Instituto de Estudos Políticos de Paris.

Não é difícil pronunciar Sians Po. O difícil é entender, a esta altura do século 21, como as ideias escravocratas continuam permeando a gente das elites sul-americanas.

Hoje à tarde, Ruchard Descoings, diretor do Sciences Po, entregará pela primeira vez o doutorado Honoris Causa a um latino-americano: o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio “Lula” da Silva. Falará Descoings e falará Lula, claro.

Para bem explicar sua iniciativa, o diretor convocou uma reunião em seu escritório da rua Saint Guillaume, muito perto da igreja de Saint Germain des Pres, em um prédio de onde se pode ver as árvores com suas folhas amareladas. Enfiar-se na cozinha é sempre interessante. Se alguém passa por Paris para participar de duas atividades acadêmicas, uma sobre a situação política argentina e outra sobre as relações entre Argentina e Brasil, não fica mal entrar na cozinha do Sciences Po.

Pareceu o mesmo à historiadora Diana Quattrocchi Woisson, que dirige em Paris o Observatório sobre a Argentina Contemporânea, é diretora do Instituto das Américas e teve a ideia de organizar as duas atividades acadêmicas sobre Argentina e Brasil, das quais também participou o economista e historiador Mario Rapoport, um dos fundadores do Plano Fenix faz 10 anos.

Naturalmente, para escutar Descoings foram chamados vários colegas brasileiros. O professor Descoings quis ser amável e didático. O Sciences Po tem uma cátedra sobre o Mercosul, os estudantes brasileiros vem cada vez mais à França, Lula não saiu da elite tradicional do Brasil, mas chegou ao nível máximo de responsabilidade e aplicou planos de alta eficiência social.

Um dos colegas perguntou se era o caso de se premiar a quem se orgulhava de nunca ter lido um livro. O professor manteve sua calma e deu um olhar de assombrado. Quiçá sabia que esta declaração de Lula não consta em atas, embora seja certo que Lula não tem um título universitário. Também é certo que quando assumiu a presidência, em primeiro de janeiro de 2003, levantou o diploma que é dado aos presidentes do Brasil e disse: “Uma pena que minha mãe morreu. Ela sempre quis que eu tivesse um diploma e nunca imaginou que o primeiro seria de presidente da República”. E chorou.

“Por que premiam a um presidente que tolerou a corrupção?”, foi a pergunta seguinte.

O professor sorriu e disse: “Veja, Sciences Po não é a Igreja Católica. Não entra em análises morais, nem tira conclusões apressadas. Deixa para o julgamento da História este assunto e outros muito importantes, como a eletrificação das favelas em todo o Brasil e as políticas sociais”. E acrescentou, citando o Le Monde: “Que país pode medir moralmente a outro, nos dias de hoje? Se não queremos falar sobre estes dias, recordemos como um alto funcionário de outro país renunciou por ter plagiado a tese de doutorado de um estudante”. Falava de Karl-Theodor zu Guttenberg, ministro da Defesa da Alemanha até que se soube do plágio.

Disse também: “Não desculpamos, nem julgamos. Simplesmente não damos lições de moral a outros países”.

Outro colega perguntou se era bom premiar a alguém que uma vez chamou de “irmão” a Muamar Khadafi.

Com as devidas desculpas, que foram expressas ao professor e aos colegas, a impaciência argentina me levou a perguntar onde Khadafi tinha comprado suas armas e qual país refinava seu petróleo, além de comprá-lo. O professor deve ter agradecido que a pergunta não citava, com nome e sobrenome, a França e a Itália.

Descoings aproveitou para destacar em Lula “o homem de ação que modificou o curso das coisas” e disse que a concepção da Sciences Po não é de um ser humano dividido entre “uns ou outros”, mas como “uns e outros”. Enfatizou muito o et, e em francês.

Diana Quattrocchi, como latino-americana que estudou e fez doutorado em Paris depois de sair de uma prisão da ditadura argentina graças à pressão da Anistia Internacional, disse que estava orgulhosa de que a Sciences Po dava um título Honoris Causa a um presidente da região e perguntou sobre os motivos geopolíticos.

“Todo o mundo se pergunta”, disse Descoings. “E temos de escutar a todos. O mundo nem sequer sabe se a Europa existirá no ano que vem”.

No Sciences Po, Descoings introduziu estímulos para que possam ingressar estudantes que, se supõe, tem desvantagem para conseguir aprovação no exame. O que se chama de discriminação positiva ou ação afirmativa e se parece, por exemplo, com a obrigação argentina de que um terço das candidaturas legislativas deve ser de mulheres.

Outro colega brasileiro perguntou, com ironia, se o Honoris Causa de Lula era parte da política de ação afirmativa do Sciences Po.

Descoings o observou com atenção antes de responder. “As elites não são apenas escolares ou sociais”, disse. “Os que avaliam quem são os melhores, também. Caso contrário, estaríamos diante de um caso de elitismo social. Lula é um torneiro mecânico que chegou à presidência, mas pelo que entendi foi votado por milhões de brasileiros em eleições democráticas”.

Como Cristina Fernández de Kirchner e Dilma Rousseff na Assembleia Geral das Nações Unidas, Lula vem insistindo que a reforma do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial está atrasada. Diz que estes organismos, assim como funcionam, “não servem para nada”. O grupo BRICs (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul) ofereceu ajuda à Europa. A China tem os níveis de reservas mais altos do mundo. Em um artigo publicado no El Pais, de Madrid, os ex-primeiros ministros Felipe González e Gordon Brown pediram maior autonomia para o FMI. Querem que seja o auditor independente dos países do G-20, integrado pelos mais ricos e também, da América do Sul, pela Argentina e Brasil. Ou seja, querem o contrário do que pensam os BRICs.

Em meio a esta discussão Lula chegará à França. Convém que saiba que, antes de receber o doutorado Honoris Causa da Sciences Po, deve pedir desculpas aos elitistas de seu país. Um trabalhador metalúrgico não pode ser presidente. Se por alguma casualidade chegou ao Planalto, agora deveria exercer o recato. No Brasil, a Casa Grande das fazendas estava reservada aos proprietários de terra e escravos. Assim, Lula, silêncio por favor. Os da Casa Grande estão irritados.

[email protected]

Tradução: Luiz Carlos Azenha

Leia também:

Quando os paulistas vão à Bahia, precisam encontrar algo “pitoresco”

Demóstenes Torres, lutando pelos enlatados americanos

Romário contra as demolições sumárias da Copa

A Prefeitura de São Paulo a serviço da especulação imobiliária

 

188 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marcelo

05/10/2011 - 20h20

Irmaos….siento orgullo por mi compatriota periodista, y siento orgullo por su lider Lula, al que siempre vi como un gran hombre. Cuando fue electo presidente fue mayor mi admiracion. El fue capaz de cambiar no solo Brasil, sino toda sudamerica, junto a muchos otros presidentes.
Creo en este gran momento que vivimos los sudamericanos, con la seguridad que vamos por el buen camino.

Responder

marcelo

03/10/2011 - 15h39

Lula Da Silva. Orgullo Sudamericano de la dignidad de su pueblo. Con el debido respeto lula no es mas (solo) Brasileiro si ne toda la america del sur que lo quiere como lo queremos los argentinos.

Responder

Abel

02/10/2011 - 21h56

Meu Deus… eu sabia que o preconceito do "andar de cima" contra Lula era grande… mas isso já beira o ridículo. Parabéns ao jornalista argentino por sua isenção e coragem.

Responder

João PR

01/10/2011 - 12h20

Os feitos e a imagem do Lula traduzem, para mim, o orgulho de ser brasileiro.

O resto do mundo tem mais é que escutar "o Cara" que mudou este país, e pode ajudar a mudar o mundo.

O resto…..o resto é resto, deixemos os cães ladrarem, que nossa caravana está passando desde o primeiro mandato do Lula.

Responder

Sobre a ira social elitista e a iluminação intelectual empírica… « Livre pensar é só pensar!

01/10/2011 - 07h54

[…] Martin Granovsky: Foi preciso um argentino defender Lula em Paris […]

Responder

Castor Filho

29/09/2011 - 22h33

Uma das tendências mais irritantes nossas é esse manifesto antplatinismo que carcome nossa alma errante e nossa convivência diplomática com o grande país sulamericano. A ação conjunta Brasil-Argentina só reforça nosso determinismo regional, do qual não há como fugir. O cretino Galvão Bueno, ao terminar a partida entre as equipes nacionais de ambos países, ao comemorar nossa vitória, abriu a cortina de nossos complexos, ao reiterar por inúmeras vezes que uma vitória sobre os argentinos era melhor que qualquer outra. Sublinhou que era delicioso o sabor decorrente, com aquele olhar afogueado de oligofrênico por opção pessoal. Se um país tem um João Guimarães Rosa e, o outro, um Jorge Luís Borges, nossos gênios da ficção, no futebol contaram com Pelé e Maradona, herois da bola, e assim por diante. Um tem muito a dar ao outro: senão aprendermos isso, só teremos a perder, e não será no estádio paraense, mas em todos os ricos espaços de ambos.

Abraços
p/ArnaC

(comentário enviado por e-mail)

Responder

Marcia Costa

29/09/2011 - 13h05

Tristes trópicos.. escreveu um dia Levi-Strauss. Vejo grande parte das pessoas seguir as opiniões descabidas de uma mídia vendida como gado para o matadouro. Fui ao RJ (moro em BSB) na semana passada e fui visitar meu sobrinho que mora na favela em Vicente de Carvalho e observei como esse preconceito social perpassa todas as camadas da sociedade. Meu sobrinho mora na parte mais baixa da favela, onde a maioria é composta por "brancos". Os negros, na parte mais alta. Na parte de baixo há mais infraestrutura e menos pobreza, ao contrário da parte alta. Quem, meus caros, é responsável pela disseminação desse sentimento pobre de qualquer humanidade? PIG.

Responder

Morvan

29/09/2011 - 11h16

Bom dia.
Em tempo: tá saindo agora no IG notícia da entrega da comenda "Lech Walesa" ao grande brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva. Neste caso, segundo o pŕoprio IG, "… o prêmio de 100 mil euros, ou cerca de R$ 247 mil, acompanhado por um diploma e uma medalha, que foi entregue em uma cerimônia exibida pela televisão, foi atribuído a Lula para recompensar "sua ação em favor de um entendimento pacífico e de uma cooperação solidária entre os povos", segundo um comunicado da Fundação Lech Walesa, Prêmio Nobel da Paz em 1983 e ex-presidente da Polônia (1990-1995)"…

Elo de acesso: ÚltimoSegundo (IG): http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/lula-recebe-r-247-mil-como-premio-na-polonia/n1597247593294.html

Não vamos perder a conta dos prêmios, hein?
Pessoal da direita raivosa (desculpe a redundância): não esqueça o Bromazepan.

:-)

Morvan, Usuário Linux #433640.

Responder

Luiz Aldo

28/09/2011 - 16h53

Difícil é entender por que esta escória ainda logra ser chamada de elite. Excremento não é elite. Carne putrefata não é elite. Massa bolorenta não é elite. Pulha plutocrata não é elite. Ralé pretensiosa não é elite. Analfabetos funcionais se achando doutores (e indiferentes à condição de quem os cerca!) não podem ser elite. Um ser huma… digo, um ser vivo que leia aquele detrito de maré baixa da editora abril (como a chama o PHA) e acredita no que lê não pode ser chamado de elite, por uma simplória razão: Eles não são, nem jamais serão elite! São apenas o que este país produziu de pior. São as pessoas que ancoraram, por cinco séculos, uma terra vocacionada à grandeza!… Tenho dito.__Luiz Aldo Cordeiro Leite Filho__João Pessoa – PB

Responder

Rita

28/09/2011 - 16h18

Valeu, Lula. Meu eterno respeito.
Lula tem a beleza de poucos: não sente e não vê o mundo com o olhar do dominador.

Responder

Martin Granovsky: Foi preciso um argentino defender Lula em Paris

28/09/2011 - 13h47

[…] Por Martín Granovsky, no Página 12, publicado no blog viomundo […]

Responder

Fernando

28/09/2011 - 13h22

Esses jornalistas do pig, só fazem o Brasil passar vergonha no exterior

Responder

ADILSON SANTOS

28/09/2011 - 13h18

Realmente estou muito preocupado com a Reação de Fascistas, Escroques,Lambe-Botas, traidores e demais Coliformes Fecais que compõe o Sacrossanto FãClube do PSDBunda ( De onde só saí M..) com a premiação de Lula.

Muito mesmo…

Acho que ao invês de Cagar 1 Troço irei Cagar dois ..

Muito preocupado…

Responder

xicobarreto

28/09/2011 - 12h53

Pessoal deveriamos é ter vergonha de sermos defendidos pelos argentinos, estes jornalistas brasileiros prestaram um desserviço ao País.
A partir de hoje sempre irei torcer pela Argentina em qualquer esfera, eles nos deram uma lição de orgulho nacional
Jamais pensei que teriamos isso. Foi muito importante para mim ter presenciado este fato historico. Tenho orgulho de viver num continente onde temos um país chamado Argentina.

Responder

    Zé Francisco

    28/09/2011 - 23h06

    Alto lá. A Argentina tem lei de mídia e puniu os torturadores assassinos do regime militar. Chore ou não, los hermanos estão a frente politicamente.

francisco.latorre

28/09/2011 - 11h49

bando. de viralata. rasga-saco.

servem. pra nada.

nem pra fazer sabão. capaz de sair fedido.

..

academia. foi.

perdeu o bonde.

..

Responder

Adilson

28/09/2011 - 11h40

O GLOBO é um jornalzinho muito do baixo nivel mesmo…Não consegue esconder o ódio e vez em quando tb a inveja que tem de Lula.

Hoje, na capa, tentaram passar (maaaaaais uma vez) a imagem do presiedente como uma figura exótica….uma figuraça..ao ionvés de salientar a imprtancia do premio, o fazem cair na vala das coisas curiosas, ou excêntricas…

Lá dentro, mas uma nopta escorregando em cima do anuncio, de final de pagina onde Lula é POP e fala mal de FHC….

São debochados, idiotas e esquinhos isso sim!

Responder

EUNAOSABIA

28/09/2011 - 11h02

Chupa essa manga… cara, dá pra levar isso a sério ?? tô rolando de rir…

PARIS – O Cacique da tribo dos Caiapós, Raoni Metuktire, de 81 anos, recebeu nesta terça-feira o título de cidadão honorário de Paris das mãos do prefeito Bertrand Delanoe. Ele chegou à cidade no dia 19 para conseguir uma petição em protesto contra a Usina de Belo Monte.

Durante a visita, Raoni visitou o castelo de Cheverny acompanhado pela marquesa de Vibrary, proprietária do local, plantou uma árvore e visitou museus.

Também em Paris, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi recebido com festa no Instituto de Estudos Políticos de Paris – o Sciences-po -, na França, para receber mais um título de doutor honoris causa.

O Raoni foi por causa de Belo Monte, Lula foi por causa dos 36 Rafales, Lobi puro e simples.

kkkkkkkkkkkkkk

PorquenaoFHC??? kkkkkkkk..ora… por que isso é irrelevante mesmo… é lobi puro e simples, nos dois casos.

Complexo de vira latas, com doses cavalares de colonialismo e síndrome do melado, tudo junto.

EM TEMPO: Assim como Lula, desde 1494 até hoje nunca um latino tinha recebido essa ""honraria""… por que será??? e justo agora??? Lula doutor e Raoni com as chaves da Cidade de Paris.

Senhor… somos normais mesmo???

Responder

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 14h32

    "Lula doutor e Raoni com as chaves da Cidade de Paris."

    AMÉM.

    edv

    28/09/2011 - 21h44

    Tolinho, VCNAOSABIA que o Lula não é mais presidente?
    E que cidadão honorário e honoris causa são coisas bem diferentes?
    Tsk, Tsk…

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 22h28

    Aqui vai o vídeo da íntegra da cerimônia de premiação para vc. http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-integr

    Tem 1h15 dos quais 40 min é de Lula, em português.

    Se precisar de ajuda com os pronunciamentos do Presidente e do Diretor da Sciences-Po em francês vc me fala.

    OUÇA ATENTAMENTE E VEJA SE CABE NO SEU DESPROVIDO INTELECTO, a insistência de que na grandeza de tais pronunciamentos, ou nos aplausos dos demais professores e pesquisadores do instituto – alguns dos quais membros dos governos de outros países do mundo – ou ainda no entusiasmo dos alunos, caberia a pequenez de caças ou petróleos.

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 22h29

    Ser trolha está ficando difícil hein meu amigo? Principalmente quando a imprensa, universidades, organismos, entidades, governos, do resto do mundo, apregoam aos 4 ventos a grandeza do cidadão Lula, grandeza tal que não cabe nos mais desvairados pesadelos de uma elitezinha de 4 ou 5% do Brasil que parou em 1888. Ou em 1932. Ou em 1964.

    O mundo já era meu amigo. Como vc não é uma alface ou uma ameba e tem discernimento e raciocínio, pode tirar o argueiro dos seus próprios olhos a tempo.

    Ou será enterrado e engolido junto com a elitezinha que vc tão parcamente representa, os engomadinhos estupidificados e lobotomizados da imprensinha, da Daslu e das SUVs paradas no fedor da Marginal com ar-condicionado e reclamando dos motoboys, ônibus e caminhões. FHC, Serra e Alckmin governaram só para vocês, à perfeição. Pois são pequenos da mesma forma.

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 22h29

    Sustentar seu pequeno-mundinho de status quo aqui neste blog, ou em qq outro lugar, meu amigo, daqui para a frente será cada vez mais patético e constrangedor. Patético como as declarações dos membros do PSDB. Patético como a imprensinha brasileira. Patético como a Seleção com Galvão e CBF. Patético como os repetecos incoerentes que vc e seus colegas trolhas insistem em proferir, atestando sua própria pequenez.

    agnaldopedroso

    30/09/2011 - 15h28

    quantos aparelhos de tv você tem,quantas geladeiras, você trabalha com ar condicionado, tem chuveiro eletrico ou toma banho de bacia,tem seu video game e aquela famoooosa churrasqueira elétrica,você lava roupa na bica ou máquina de lavar…………..larga mâo dessa hipocresia burguesa! Caras como vocÊ tá cagando para qualquer indio,é fácil de falar escrever o duro é você abdicar do teu conforto da frente da tela do teu computador;Rapaz você é um daqueles cara que quando acaba eletricidade entra em desespero porque já nem de lápis sabe escrever mais e tem mais! O LULA merece esta homenagem por causa de pessoas como você
    que não sabe fazer uma critica construtiva,e morcegar os momentos de vitória de pessoas simples que ajudaram a mudar o rumo dest peís sem mais

FrancoAtirador

28/09/2011 - 11h01

.
.
O presidente Lula, concedeu uma entrevista a alunos do Instituto Sciences Po, da França, antes de receber o título de Doutor Honoris Causa da Instituição.

Lula mandou uma mensagem de esperança aos jovens, para ingressarem na política, com seus ideais, para garantirem as transformações mundiais.

[youtube P2LKEU198Ls http://www.youtube.com/watch?v=P2LKEU198Ls youtube]

Responder

dukrai

28/09/2011 - 11h01

eu conheço um monte de gente com mestrado, doutorado e pós-doc, um monte mesmo, com essa visão escravocrata e elitista, criado e educado com bolsas da CAPES, tudo funcionário público, professor e tecnocrata, sem rumo e sem noção, (e)leitor de veja e de çerra, crispados de raiva e babando de ódio do Lula. No fundo eu sinto uma alegria enorme que não posso externar. Conflitos pra que, com esse tipo de gente.

Responder

    Grilo

    28/09/2011 - 11h27

    Pois então; falou pouco e disse tudo! Deve ser duríssimo pra essa "elite" burra ter que aturar tudo isso. Escrevo em baixo e de todos os lados apoiando sua manifestação!

SILOÉ-RJ

28/09/2011 - 10h54

Lula Honoris Causis da Silva!!!!

Responder

Jesus Divino Barbosa

28/09/2011 - 10h47

"Os eruditos são aqueles que leram coisas nos livros, mas os pensadores, os gênios, os fachos de luz e promotores da espécie humana são aqueles que as leram diretamente no livro do mundo." (Arthur Schopenhauer – 1788/1860)
http://twitter.com/JesusDivino

Responder

Marat

28/09/2011 - 10h38

Embora o complexo de vira-latas ainda seja muito forte entre os jornalistas da pequena grande imprensa, noto que o reacionarismo e o preconceito estão em alta naquela turminha. Deveriam ir embora para a terra que os paga e não encher mais nosso saco!!!

Responder

O outro lado da foto do estudante que “atacou” Lula na Bahia | Viomundo - O que você não vê na mídia

28/09/2011 - 10h30

[…] Foi preciso um argentino para defender Lula em Paris   […]

Responder

Lula em Paris: a Casa Grande não o perdoa ! | Conversa Afiada

28/09/2011 - 09h55

[…] Conversa Afiada reproduz post do Viomundo, do […]

Responder

Avel de Alencar

28/09/2011 - 09h28

A situação desses caras é terrível. Se batem na Dilma o Lula cresce, se batem no Lula a Dilma cresce. Fizeram uma pesquisa e deu PT como partido de mais credibilidade e em segundo os tucanos com mais de mil metros na segunda. Foram oito anos de Lula, quatro de Dilma + quatro e o prazo de garantia deles está vencido. Criou-se o PSD, até o fascista de Santa Catarina e a agro-grileira querem ser situação. Que situação essa das zelites. Como a brincadeira de criança. Se ficar o bicho pega se correr o bicho come.
Ainda acho que eles teriam chances, em vez de agirem como os cubanos mafiosaos asilados em Miami, deveriam adotar a honestidade de caráter como regra de ação ai talvez eles tivessem alguma chance.

Responder

Caracol

28/09/2011 - 10h06

Granowsky escreve: “O difícil é entender, a esta altura do século 21, como as idéias escravocratas continuam permeando a gente das elites sul-americanas.”

Não acho difícil entender isso. Vamos refletir: Eu tenho 70 anos, nasci em 1941. Portanto, 53 anos separam o nascimento de um brasileiro que hoje ainda está vivo, do ano em que se aboliu OFICIALMENTE o escravismo no Brasil. Notem bem: 54 anos antes do meu nascimento havia escravos “legais” no Brasil. Só 54 anos, um nada, um coisa alguma. Então isso aí já ajuda a entender porque nossa sociedade ainda é escravista. Agora, para completar a reflexão e o entendimento, vamos considerar a observação genial de Mark Twain: “As leis são como areia, os hábitos são rocha pura”. Sacaram?
Outra coisa: você já ouviram falar em “mazombo”? Mazombo, desde que o Brasil é Brasil, é como se denominava o cara que havia nascido aqui. Não era brasileiro não, era mazombo. “Brasileiro”, nos anos entre 1500 a 1830 e tantos, era o esforçado e admirável cidadão, digo, súdito português, que vinha ao Brasil tentar fortuna para depois voltar para Portugal e se rejuntar à família, comprar uma quinta e se aposentar, enricado. Pronunciava-se portanto, "brasilâiro". Pois pasmem: durante TREZENTOS anos nós não assumimos nem a nossa nacionalidade. E que diabos vem a ser "mazombo" afinal? É um termo antigo, provavelmente africano, que se refere a um indivíduo triste, deprimido, macambúzio, taciturno, sorumbático…
De modo que até 1800 e tantos os mazombos, aqui nascidos, que não assumiam nem a palavra "brasileiro", (muito menos a condição) eram a nossa população, que veio "de passagem", que um dia esperava voltar para a Europa, e que por isso habitava as costas brasileiras "de costas" para o Brasil, sem fazer marcha para o interior. A piada que os cariocas fazem dos paulistanos, que vão passar tempo no aeroporto vendo avião partir e chegar tem a ver com isso, mas o carioca não faz o mesmo no Galeão porque tem o mar p'ra ficar olhando… olhando… com a nostalgia característica dos mazombos.
Foi só a partir da independência e o Dia do Fico que os mazombos acharam que se um Pedro I se tinha dado ao trabalho de por aqui ficar, então era porque talvez valesse a pena, e é certamente por isso que o dicionário etimológico de Antonio Geraldo da Cunha registra como sendo 1833 o ano em que o termo "brasileiro" começou a ser usado para designar quem nascia aqui. Há menos de 200 anos. Só duzentos anos!
Refletindo sobre isso dá pra entender melhor porque a sociedade quatrocentona brasileira é mazomba, escravista, racista e preconceituosa, por conseguinte muito ignorante e desprovida de valores que dignificam a condição humana. Explica também porque os mazombos cagam pro Brasil. Na Europa e na Argentina tem gente que evoluiu um pouco mais. Aqui os mazombos ainda estão nos primórdios, têm muito pra avançar, ainda demora.
Para o mazombo quatrocentão o Lula é uma excrescência, o efeito de uma desastrosa distração e eles se odeiam por isso. E odeiam sua condição de mazombos. Freud explica (aliás, costumo dizer que no Brasil FRAUDE explica).
Não vejo dificuldade em entender.

Responder

    agnaldo pedroso

    30/09/2011 - 15h38

    Rapaz! nâo entendi o teu texto,você se perdeu no meio dele,afinal você tá falando do quê! qual a finalidade dele? isso tá mais vazio que o vácuo do universo.

    Fernando

    05/12/2011 - 13h57

    Se perdeu nada. O texto é claríssimo.

nadiê

28/09/2011 - 08h51

É preciso levarmos em conta que Lula, embora sem diplomas, mostrou ao mundo ser um autodidata, na medida em que expõe suas ideias sobre qualquer assunto sem ser contrariado. Ele, por exemplo, entende da geobrafia brasileira, da história política brasileira, talvez de ter ouvido falar, já que dizem nunca ter lido um livro. O importante é que Lula se mostrou um grande presidente, que soube ser bom para o povão, sem contudo deixar de ser bem visto pelos empresários e industriais. Teve um jogod e cintura suficiente pra sair do Planalto de cabeça erguida.
Se amanhã Lula quiser voltar à Presidência, o fará sem nenhum problema, porque seu nome e seu carisma são suficientes pra reerguê-lo.
Lula é realmente um gênio, podem crer.

Responder

Gerson Carneiro

28/09/2011 - 08h31

Fato: Lula ofuscou a euforia da elite brasileira que se derretia com Merval Pereira na ABL.

<img src=http://www.icidadania.org/wp-content/uploads/2011/09/lula-sciences-po-595.jpg>

<img src=http://oglobo.globo.com/fotos/2011/09/24/24_MHG_merval-ABL4.jpg>

Responder

    Marat

    28/09/2011 - 10h37

    Que sacanagem a comparação – rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

    Gerson Carneiro

    28/09/2011 - 12h35

    Na segunda foto: um posando de literato; o outro posando de Homem-Aranha.

    Ele tá subindo pelas paredes. rsrsrsrsrs

    Adilson

    28/09/2011 - 11h35

    Eles stão soltando fogo pelas ventas de ciumes!!!!

    ZePovinho

    28/09/2011 - 11h36

    Esse Merval Pereira é um escritor medíocre,ralo,incompetente e,por isso mesmo,cheio de mungangas copiadas da oligarquia para dar um certo lustro à nulidade pétrea que contamina tudo o que escreve.
    Sem querer parecer arrogante,creio que aqui existem muitos leitores de Machado como eu.Ver esse imbecil na outrora Academia Brasileira de Letras é de vomitar.
    Melhor voltar a reler os 7 livros de "Em busca do tempo perdido",do velho Proust,que Gilberto Freyre usou para escrever Casa Grande & Senzala,Ordem & Progresso e Sobrados & Mucambos.
    Merval Pereira é criatura típica da classe escravocrata brasileira.É aquele menino(filho dos agregados da casa grande) sonhador que por chupar roletes de cana com o filho do sinhozinho,acha-se sinhozinho também.

    Mateus

    28/09/2011 - 12h54

    Não, comparar Lula a FHC é covardia. Lula tem uma história construída por ele mesmo e pela população brasileira que o adora, já o FHC é um pseudo-intelectual fabricado pela mídia pelega.

    Ananda

    29/09/2011 - 08h50

    e o mais louco, é ver esses engomedinhos, que estudaram nas melhores escolas, que dizem Machado seu autor preferido, que fizeram universidades públicas, mestrados e o c. a 4, agora babarem em cima do Lula, ótimo, amo isso. Lula eh f.!

    marcelo

    03/10/2011 - 15h29

    Orgullo compartido por millones de Argentinos que sentimos, si sentimos hermanos a los Brasileros y vimos en Lula un titan Sudamericano por la igualdad, al que admiramos y queremos entrañablemente. abrazos hermanos queridos.

Os sinhozinhos vão a Paris « Ficha Corrida

28/09/2011 - 08h04

[…] pedidos, aqui o artigo traduzido para o português pelo […]

Responder

Rogério Floripa

28/09/2011 - 07h53

Lula é infalível como Bruce Lee. :)

Documentário – Entreatos – Lula: 30 Dias do Poder http://tinyurl.com/4xr63kb

Responder

ADRIANO

28/09/2011 - 07h51

Ótimo texto, mas por que não consta o nome do tradutor?

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    28/09/2011 - 11h18

    Falha nossa. Qualquer reparo à tradução, é deixar nos comentários. abs

Aracy_

28/09/2011 - 07h45

Parabéns ao Lula, que recebeu a honraria merecidamente. E a Casa Grande, mais uma vez, provou que inveja se escreve com "m" . Que as elites e o PIG vão chorar na cama que é lugar quente.

Responder

Operante Livre

28/09/2011 - 07h06

Lula tem uma inteligência pragmática, sem perder o afeto, que é guiada por uma clara consciência de seus propósitos.
Faz de sua história, enroscada na história do país, seu ponto de observação e escrita da efetiva mudança.
Depois de Lula, acho que os acadêmicos de elite vão precisar reescrever muitas teses e livros.
Acho que Lula não lerá os livros que o citarão.
Mas, Lula, é um protagonista da História.
Escrita à milhões de mãos.
Lula Lá.

Responder

Tartufo da Silva

28/09/2011 - 06h15

Apenas a confirmação do que já sabíamos… O jornalismo brasileiro é um LIXO e seus jornalistas viraram, como bem disse o argentino, lixeiros da Casa Grande.

Responder

Marcio H Silva

28/09/2011 - 03h04

Lula ainda vai matar um das zelite de infarto.
Soube que FHC apertou mais de 10 baseados porque estava inconsolável.
Vergonha para o jornalismo nacional. Enverga mas não quebra, mas vamos quebra-los, por que não desistimos nunca.

Responder

Renato Lira

28/09/2011 - 02h51

Pergunta de um vira-lata da Casa Grande:

“Por que premiam a um presidente que tolerou a corrupção?”

Teria este vira-lata feito a pergunta se o premiado tivesse sido um espécime de seu meio (FHC, por exemplo)?

Como se a Casa Grande (FHC, por exemplo), tenha sido "implacável" contra a corrupção.

Quantas operações da PF aconteceram nos tempos do "implacável" FHC e seu Brindeiro engavetador?

Quantas operações da PF houveram nos tempos do "tolerante" Lula?

Será que o vira-lata da Casa Grande se incomda com a tolerância da imprensa e da justiça com a corrupção?

Responder

Renato Lira

28/09/2011 - 02h38

Mas pro globo, importante é a posse do Merd…ops, Merval.

Casa Grande habitada por vira-latas.

Responder

SILOÉ-RJ

28/09/2011 - 01h52

Um brinde meu e com certeza do 'POETINHA' ao som da musica;
SE TODOS FOSSEM IGUAIS A VOCÊ…

…EXISTIRIA A VERDADE
VERDADE QUE NINGUÉM VÊ
SE TODOS FOSSEM NO MUNDO
IGUAIS A VOCÊ!!!
tim- tim.

Responder

SILOÉ-RJ

28/09/2011 - 01h39

BOMBA!!!! BOMBA!!!!
Lula será o primeiro acadêmico da ABL a receber o título sem ter escrito um livro.
Não que o título tenha atualmente grandes méritos dado a plêide que lá se encontra, mas…
Será: mais um!!!… mais um!!!… mais um!!!…
DUVIDA???

Responder

Sérgio

28/09/2011 - 01h34

Parábens Presidente Lula!
Viva o povo brasileiro!

O resto é crítica de colonizados ou "complexo de vira-latas", uma espécie em extinção.

Responder

carmen silvia

28/09/2011 - 01h21

Hoje não quero me lembrar da elite atrofiada e carcomida,da imprensazinha de m…. .Hoje eu quero só ficar feliz com mais esse título que Lula recebe.

Responder

Polengo

28/09/2011 - 00h58

Pensando, bem,
ô perguntinha ruim essa: "Porque o Lula e não o FHC?"
Esses caras precisam comer muito feijão.
Enquanto isso, tomara que façam muitas vezes essa pergunta, pois a cada vez, a popularidade do Lula sobe 1 ponto.

Responder

Jaime Silva

28/09/2011 - 00h51

Pessoal,

bendita insonia, já que não poderia ir dormir sem antes ler o texto deste argentino observador e bom de pena. Ninguém melhor do que ele para expor os podres do jornalismo tupiniquim, praticado, no caso, por um bando de borra-botas do PIG. Aliás, não é necessário saber quais jornalistas fizeram aquelas perguntas preconceituosas sobre a honraria concedida a Lula. Para manterem seus empregos e bajular seus patrões, os covardes sempre estarão aptos a fazer o jogo sujo, tornando-se mais realistas que o Rei.
Parabéns Lula. E parabéns ao povo brasileiro por tê-lo eleito para dois mandatos.

Responder

ZePovinho

28/09/2011 - 00h40

Como dizia o meu guru,Tião Macalé:"Ó NÓIS"!!!!!!!!!!!!!!!

[youtube E0QTC4r9Mvc http://www.youtube.com/watch?v=E0QTC4r9Mvc youtube]

Responder

joao

28/09/2011 - 00h34

parabens Lula.. Voce é o maximo. Acompanho seus feitos desde a criação do PT.

Responder

SILOÉ-RJ

28/09/2011 - 00h34

A inveja é muito maior na senzala do que na casa grande.
Tem muito sinhozinho de engenho, dos bons, que reconhece e aceita as proezas do menino da senzala.
Mas… os "capatazes incapazes" e os "irmãozinhos políticos"… Ah!!! esses sim!!! Estão se rasgando de inveja, não param de espernear.
LULA fez a verdadeira Abolição da Escravatura. Regatando a dignidade e o orgulho do seu povo que estava no fundo do poço. Livrando seu povo da mais sórdida dominação.
A POBRAZA E A IGNORÂNCIA

Responder

rodrigor

28/09/2011 - 00h21

O Delícia de viajar na internet…

ACLAMADO DE PÉ NA FRANÇA…tinha um certo principe de não sei oque que falava francês né kkkkkkkkkkkl….deve ta cortando os pulsos agora.

Aclamado por estudantes, Lula é homenageado em Paris
José Dirceu, Luiz Dulci e Márcio Thomaz Bastos acompanham homenagem a ex-presidente na França

AE | 27/09/2011 18:31
Notícia anterior'Não se pode fazer governo com vassoura na mão', diz TemerPróxima notíciaGustavo Fruet deve anunciar filiação ao PDT amanhã

Texto:
selo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve uma recepção de pop star hoje, em Paris, durante a cerimônia de entrega do título de doutor honoris causa pelo Instituto de Estudos Políticos (Sciences-Po), o maior da França. Em seu discurso, o ex-chefe de Estado enalteceu o próprio mandato e multiplicou os conselhos aos líderes políticos da Europa, que atravessa uma forte crise econômica. Antes, durante e depois, Lula foi ovacionado por estudantes brasileiros, na mais calorosa recepção da escola desde Mikhail Gorbachev.

A cerimônia foi realizada do auditório do instituto, com a presença de acadêmicos franceses e de quatro ex-ministros de seu governo: José Dirceu, Luiz Dulci, Márcio Thomaz Bastos e Carlos Lupi. Vestido de toga, o ex-presidente chegou à sala por volta de 17h30min, acompanhado de uma batucada promovida por estudantes. Ao entrar no auditório, foi aplaudido em pé pela plateia, aos gritos de "Olé, Lula".

Em seguida, tornou-se o primeiro latino-americano a receber o título da Sciences-Po, já concedido a líderes políticos como o tcheco Vaclav Havel. Em seu discurso, o diretor do instituto, Richard Descoings, se disse "entusiasta" das conquistas obtidas pelo Brasil no mandato do petista. "O senhor lutou para que o Brasil alcançasse um novo patamar internacional", disse, completando: "Não é mais possível tratar de um assunto global sem que as autoridades brasileiras sejam consultadas".

Autor do "elogio" a Lula – o discurso em homenagem ao novo doutor -, o economista Jean-Claude Casanova, presidente da Fundação Nacional de Ciências Políticas, lamentou que a Europa não tenha um líder "de trajetória política tão iluminada". Casanova pediu ainda que Lula aproveitasse "sua viagem para dar conselhos aos europeus" sobre gestão de dívida, déficit e crescimento econômico.

Conselhos e euforia

Lula aceitou o desafio e encarnou o conselheiro. Em um discurso de 40 minutos, citou avanços de seu governo, citando a criação de empregos, a redução da miséria, o aumento do salário mínimo e a criação do bolsa família e elogiou sua sucessora, Dilma Rousseff. "Não conheço um governo que tenha exercido a democracia como nós exercemos", afirmou, no tom ufanista que lhe é característico.

Então, lançou-se aos conselhos. Primeiro criticou "uma geração de líderes" mundiais que "passou muito tempo acreditando no mercado, em Reagan e Tatcher", e recomendou aos líderes da União Europeia que assumam as rédeas da crise com intervenções políticas, e não mais decisões econômicas. "Não é a hora de negar a política. A União Europeia é um patrimônio da humanidade", reiterou.

Na saída, estudantes cantaram a música Para não dizer que não falei de flores, de Geraldo Vandré, e se acotovelaram aos gritos por fotos e autógrafos do ex-presidente, que não falou à imprensa. Impressionado com a euforia dos estudantes, Descoings comparou, em conversa com o Estado: "A última vez que vi isso foi com Gorbachev, há cinco ou seis anos. Mas com Lula foi ainda mais

Responder

FrancoAtirador

27/09/2011 - 23h57

.
.
ELITES JORNALÍSTICAS APEDEUTAS DO BRAZIL ENGULAM MAIS ESTES

TÍTULOS E CONDECORAÇÕES DE LUIS INÁCIO LULA DA SILVA, O ÚNICO

Grã-Cruz das Ordem do Mérito Militar, Ordem do Mérito Naval e Ordem do Mérito Aeronáutico, perpetuamente. Como Grão-Mestre destas ordens militares, automaticamente é condecorado com a Grã-Cruz;
Grão-Colar da Ordem do Cruzeiro do Sul e da Ordem do Rio Branco. Como Grão-Mestre destas ordens, automaticamente é condecorado com o mais alto grau das mesmas, de forma perpétua;
Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito. Como grão-mestre desta ordem, é automaticamente condecorado com o mais alto grau da mesma, de forma perpétua;
Grã-Cruz da Ordem do Mérito Judiciário Militar;
Grã-Cruz da Ordem da Águia Asteca (México)
Grã-Cruz da Ordem Amílcar Cabral (Cabo Verde)
Grã-Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada (Portugal);
Grã-Cruz da Ordem da Estrela Equatorial (Gabão);
Grã-Cruz de Cavaleiro da Ordem do Banho Reino Unido;
Grã-Cruz da Ordem de Omar Torrijos (Panamá);
Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito (Argélia);
Grande-Colar da Ordem da Liberdade (Portugal);
Grã-Cruz da Ordem de Boyacá (Colômbia);
Grão-Colar da Ordem Marechal Francisco Solano López (Paraguai);
Grão-Colar da Ordem da Inconfidência (Minas Gerais);
Grã-Cruz da Ordem do Mérito Aperipê (Sergipe);
Grã-Cruz com diamantes da Ordem do Sol do Peru (Peru);
Medalha do Mérito Marechal Floriano Peixoto (Alagoas);
Medalha do Mérito 25 de Janeiro, de São Paulo;
Medalha do Mérito Industrial do Brasil (Associação Brasileira de Indústria e Comércio);
Prêmio Príncipe de Astúrias (Espanha);
Prêmio Amigo do Livro, da Câmara Brasileira do Livro;
Prêmio Internacional Don Quixote de la Mancha (Espanha);
Medalha de Ouro "Aliança Internacional Contra a Fome", do Fundo das Nações Unidas contra a Fome;
Prêmio pela paz Félix Houphouët-Boigny da UNESCO, 2008;
Estadista Global entregue pelo Fórum Econômico Mundial em sua edição 2010, ocorrida em Davos – Suíça;
Prêmio L 'homme de l 'année (Homem do Ano), entregue pelo jornal Le Monde (França), edição 2009;
Prêmio Personalidade do Ano de 2009, entregue pelo jornal El País (Espanha);
Prêmio Mikhail Gorbachev;
Prêmio Chatham House 2009 do Reino Unido pela a atuação de Lula na América Latina;
"Brasileiro da Década" pela revista IstoÉ (2010).
Prêmio Norte-Sul do Conselho da Europa.
Doutor honoris causa pela Universidade Federal de Viçosa, pela Universidade de Coimbra (Portugal), pela Universidade Federal de Pernambuco, pela Universidade Federal Rural de Pernambuco e pela Universidade de Pernambuco, pela Universidade Federal da Bahia e, agora, pelo Sciences Po (Fundação Nacional de Ciências Políticas da França e o Instituto de Estudos Políticos de Paris).

Embora outros universidades nacionais e internacionais tenham feito diversos convites para que o então presidente recebesse a honraria, Lula recusou todos os títulos honoris causa enquanto ocupou a cadeira de chefe do estado brasileiro, passando a aceitá-los apenas após deixar o cargo.

ATÉ 2014, HAVERÃO MUITOS OUTROS!

AGUARDEM!
.
.

Responder

Adilson

27/09/2011 - 23h41

O Globo não escondem o ódio a Lula e mostra mesmo não ter a menor preocupação em dar bandeira.

A jovem repórter foi escolhida a dedo pelo jornal para fazer o papelão que fez , tentando desmerecer Lula.

"FHC está preocupado com as com as commodities..FHC recomenda prudência na politica externa…FHC diz que Dilma está equivocada e bla bla bla afora…"

Eu queria ver ela publicar a grande verdade do momento: FHC está é se mordendo de ciúmes!

Responder

Ceiça Araújo

27/09/2011 - 23h40

Parabéns, senhor ex-presidente! O mundo acadêmico forma o intelectual. A vida forma o homem. Ambos são importantes, mas prefiro o último ao primeiro.
Feliz por ser brasileira, apesar das mazelas que ainda insistem em macular nossa história.

Responder

Marat

27/09/2011 - 23h39

Aqui no Brasil o complexo de vira-latas ainda existe e é muito forte, embora esteja perdendo a batalha diante do reacionarismo e do preconceito. Os reacionários e os preconceituosos, por sua vez, estão afinadíssimos com a imprensa brasileira, em especial a de SP, que parece escrever a fazendeiros de café, do século XIX. São grosseiros, inúteis e desejam ardentemente ser recolonizados, só que pelos EEUU. Sugiro que se mudem para lá, para sua Meca, e nos deixem em paz!

Responder

DEDÉ VIANA RECIFE

27/09/2011 - 23h37

ESSE SENHOR MARTIN GRANOVSKY É PERFEITO TAL COMO UM PIANO BEM TOCADO: CALMO, PROFUNDO, DIDÁTICO, EFUSIVO E SIMPLESMENTE CORAJOSO.
POIS FAZER UMA DEFESA DESSAS DE LULA QUANDO A CASA GRANDE ESTÁ LOUCA E ESPUMANDO PARA AÇOITÁ-LO EM PRAÇA PÚBLICA.

SÓ QUE A ESTA ALTURA DO CAMPEONATO ACHO QUE A CASA GRANDE JÁ ESTÁ UM POUCO PREOCUPADA COM O QUE O ESCRAVO VAI FAZER COM ELA E COMO VAI ADMINSTRAR A CASA GRANDE.

ESSA VAI PARA AQUELE ANTROPÓLOGO ROBERTO NA MATA, OU NO MATO. O CARA MAS PETULANTE E BAJULADOR DAS ELITES. COMO UM ELITISTA DESSES SE METE A FALAR EM POVO, CARNAVAL, ETC. VALEU LULA, TA VALENDO DLMA.

Responder

Ozeias Laurentino

27/09/2011 - 23h36

Agora eu que sei que ciume não mata… ou mata? A PIG responde. Viva LULA o maior presidente de todos os tempos, eu participei dessa luta com ele por um BRASIL MAIS JUSTO estou orgulhoso.

Responder

Inveja pouca é bobagem. Dá-lhe, Lula! | A Tal Mineira – Blog da Sulamita

27/09/2011 - 23h31

[…] jornalistas. É constrangedor, para dizer o mínimo: aqui, com o comentário do Escrevinhador; e aqui, no Vi o Mundo, o artigo […]

Responder

Gerson Carneiro

27/09/2011 - 23h29

#porquenãoFHC?

[youtube U92mCRiixsU http://www.youtube.com/watch?v=U92mCRiixsU youtube]

Responder

FrancoAtirador

27/09/2011 - 23h26

.
.
O presidente Lula, concedeu uma entrevista a alunos do Instituto Sciences Po, da França, antes de receber o título de Doutor Honoris Causa da Instituição.

Lula mandou uma mensagem de esperança aos jovens, para ingressarem na política, com seus ideais, para garantirem as transformações mundiais.

<img src="http://www.youtube.com/watch?v=P2LKEU198Ls"&gt;
Responder

Gerson Carneiro

27/09/2011 - 23h13

"@JornalOGlobo JN ganha Emmy por cobertura da retomada do Complexo do Alemão."

Rede Globo se gaba de prêmio internacional ganho às custas de programa do Governo Federal que a mesma Rede Globo critica: as UPPs.

Outro dado: os mesmos que criticam a eleição do deputado Tiririca, são os mesmos que ovacionam a posse do Merval Pereira, o homem de um livro só, na ABL.

Lula é meu orgulho!

Responder

FrancoAtirador

27/09/2011 - 23h09

.
.
Ataques a Lula são ponta mais visível do neonazismo midiático

Por Alexandre Haubrich, jornalista , no Jornalismo B

Desde que Dilma Rousseff começou a ser cotada como candidata do PT à sucessão de Lula a mídia hegemônica brasileira começou a deslegitimá-la e diminuí-la pelo fato de ser mulher. Essa ação aconteceu das mais diversas formas, da mais sutil à mais violenta, e já foi diversas vezes tratada, analisada e criticada aqui no Jornalismo B. A crítica a Dilma partir de um elemento social pessoal, e não político ou ideológico, não é, porém, nenhuma novidade. Com Lula já era assim. Nordestino, pobre, metalúrgico, sem diploma universitário. Desde sempre foram esses os elementos fundamentais do veneno destinado a Lula pela mídia oligárquica nacional – e internacional.

Lula saiu da presidência, mas seu status de grande liderança do PT – nacionalmente – e do Brasil – no cenário internacional – continua intacto. Na tarde desta terça-feira, recebeu de Ruchard Descoings, diretor do Sciences Po, da França, o doutorado Honoris Causa, concedido pela primeira vez pelo instituto a um latino-americano.

Foram enviados repórteres de alguns veículos brasileiros. Mas, ao que tudo indica, não foram a Paris para cobrir a entrega da distinção. Foram fazer lá o papel que fazem aqui, ou seja, de oposição raivosa e intransigente, de ataque gratuito justamente a um presidente que pouco ou nada fez para acabar com o monopólio de que usufruem esses mesmos meios de comunicação.

Trechos da matéria de um repórter do jornal argentino Página 12, impressionado com as perguntas feitas pelos brasileiros a Descoings na coletiva do diretor do Sciences Po: “Um dos colegas perguntou se era o caso de se premiar a quem se orgulhava de nunca ter lido um livro”; “‘Por que premiam a um presidente que tolerou a corrupção?’, foi a pergunta seguinte”; “Outro colega perguntou se era bom premiar a alguém que uma vez chamou de ‘irmão’ a Muamar Khadafi”; “Outro colega brasileiro perguntou, com ironia, se o Honoris Causa de Lula era parte da política de ação afirmativa do Sciences Po”. O próprio jornal O Globo publicou entrevista entrevista com Descoings na qual a primeira pergunta da repórter Deborah Berlinck é “Por que Lula e não Fernando Henrique Cardoso, seu antecessor, para receber uma homenagem da instituição?”.

Os relatos de brasileiros que vão ao exterior – inclusive alguns repórter – falam de países onde o Brasil passou a ser respeitado nos últimos dez anos. Nossa imagem para o resto do mundo inegavelmente foi modificada durante o governo Lula. É contra esse avanço que os lacaios da mídia entreguista neoliberal lutam como baleias agonizantes na areia. Lutam contra um país que já não se ajoelha perante o imperialismo e contra o operário que liderou seu levantar.

Fernando Henrique Cardoso é o presidente ideal da mídia elitista. Paulista, branco, rico, intelectual, cheio de diplomas, homem. Mulher, nordestino, pobre, sem diploma, operário, negro, homossexual, nem pensar. A mídia dominante quer impor seu padrão de gênero, de classe e de etnia às lideranças do país, e não pode, em seus padrões “arianos” de excelência, aceitar o comando de um subalterno, de um sujo. Lula não pertence à “raça perfeita” do neonazismo midiático que, se não mata, semea o ódio. E o ex presidente é apenas a ponta mais alta dos ataques dessa mídia contra os setores sociais oprimidos. Diariamente esses setores são atacados de forma ainda mais violenta, e são muito mais vulneráveis a esses ataques do que Lula.

Vale lembrar, por fim, que em oito anos na presidência Lula pouco ou nada fez para combater o domínio dessa mesma mídia que o ataca de forma tão baixa. Dilma também não sinaliza possibilidades de avanço. Alimentam o monstro. Parafraseando Augusto dos Anjos, o PT afaga quem apedreja sua mão, beija a boca que lhe escarra.

http://jornalismob.wordpress.com/2011/09/27/ataqu

Responder

Rafael

27/09/2011 - 23h00

Obama recebeu prêmio nobel da paz, nada mais ridículo do que o presidente da nação que sobrevivve a base de guerras, nação que pratica a lei do mais forte.

Responder

Rômulo

27/09/2011 - 22h42

Pois é. O nosso Lula foi ovacionado desde que chegou na entrada do prédio da Sciences-po, acompanhado sabem por quem? Por Zé Dirceu. Não deixem de ler a matéria abaixo, porque é de lavar a alma dessa sujeirada pornográfica que esses pitbulls da mídia brasileira aprontaram. http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,…
E LULA ainda se deu ao luxo de descer de elogios à ex-insurgente contra a ditadura militar, patrocinada pelos EUA, a nossa Presidenta Dilma Vana Rousseff. FOI APLAUDIDÍSSIMO, abraçado, beijado e festejado de todos os modos e maneiras. Assim foi a festa do décimo sexto título de Doutor Honoris Causa que o Lula recebeu. E vÊm mais 55 por aí.
Que papel esse dos jornalistas brasileiros: quinta-colunas, vende-pátrias, useiros e vezeiros nos crimes contra a honra.

Responder

Guanabara

27/09/2011 - 22h40

Num mundo imaginário, se tivessem dado a FHC esse título, será que iriam perguntar pq ele estava sendo agraciado se não combateu a corrupção (engavetando a CPI da corrupção em 99) e ainda comprou votos pra ser reeleito e teve um filho bastardo sustentado por uma empresa privada no exterior? Depois de quebrar o país 3 vezes, ficar de pires na mão no FMI e ter colocado a taxa de juros a 45% ao ano com Gustavo Franco no Banco Central, só o PIG faria festa.

E viva a democracia!

Responder

    Abel

    02/10/2011 - 21h59

    E o filho bastardo, nem dele era ;)

Marco

27/09/2011 - 22h36

Lula, o orgulho brasileiro!
Homenageado no país e no exterior, inúmeras vezes.

Responder

robão

27/09/2011 - 22h31

Mas a elite é preconceituosa mesmo hein!
Eles não toleram o sucesso de Lula como presidente deste país!
Nunca dantes na história se viu uma imprensa tão raivosa!

Responder

beattrice

27/09/2011 - 22h29

Entrevista com o DOUTOR HONRIS CAUSA
Luis Inacio LULA da SILVA: http://www.sciencespo.fr/
"O prêmio é do povo brasileiro!"

Responder

FrancoAtirador

27/09/2011 - 22h21

.
.
Ao entrar no auditório, foi aplaudido em pé pela plateia, aos gritos de "Olé, Lula".

Em seguida, tornou-se o primeiro latino-americano a receber o título da Sciences-Po, já concedido a líderes políticos como o tcheco Vaclav Havel.

Em seu discurso, o diretor do instituto, Richard Descoings, se disse "entusiasta" das conquistas obtidas pelo Brasil no mandato do petista.
"O senhor lutou para que o Brasil alcançasse um novo patamar internacional", disse, completando: "Não é mais possível tratar de um assunto global sem que as autoridades brasileiras sejam consultadas".

Autor do "elogio" a Lula – o discurso em homenagem ao novo doutor -, o economista Jean-Claude Casanova, presidente da Fundação Nacional de Ciências Políticas, lamentou que a Europa não tenha um líder "de trajetória política tão iluminada". Casanova pediu ainda que Lula aproveitasse "sua viagem para dar conselhos aos europeus" sobre gestão de dívida, déficit e crescimento econômico.

Lula aceitou o desafio e encarnou o conselheiro.
Em um discurso de 40 minutos, citou avanços de seu governo, citando a criação de empregos, a redução da miséria, o aumento do salário mínimo e a criação do bolsa família e elogiou sua sucessora, Dilma Rousseff.
"Não conheço um governo que tenha exercido a democracia como nós exercemos", afirmou.

Criticou "uma geração de líderes" mundiais que "passou muito tempo acreditando no mercado, em Reagan e Tatcher", e recomendou aos líderes da União Europeia que assumam as rédeas da crise com intervenções políticas, e não mais decisões econômicas.

Na saída, estudantes cantaram a música Para não dizer que não falei de flores, de Geraldo Vandré, e se acotovelaram aos gritos por fotos e autógrafos do ex-presidente, que não falou à imprensa.

Impressionado com a euforia dos estudantes, Descoings comparou, em conversa com o Estado: "A última vez que vi isso foi com Gorbachev, há cinco ou seis anos. Mas com Lula foi ainda mais caloroso".

http://www.nominuto.com/blog/brasilia-urgente/

Responder

ricardo silveira

27/09/2011 - 22h17

Quanta inveja! O Lula já saiu do governo e continua atravessado na garganta dessa elite medíocre. O mundo todo reconhece e admira o Lula como um grande político, menos essa elitizinha mequetrefe. Ainda bem que o país não precisa dessa gente. Nem para oposição serve.

Responder

Julio Silveira

27/09/2011 - 22h17

O lula merece todas essas honrarias, aqui a predominância da mediocridade na nossa elite "Caras" emperra seu reconhecimento pleno por cá também.

Responder

FrancoAtirador

27/09/2011 - 22h07

.
.
Jornalistas Intelectualóides Elitistas Preconceituosos.

Vermes como esses chamam o Lula de apedeuta.

Jamais vão aceitar que o Lula é mais inteligente do que eles.
.
.

Responder

Patricio

27/09/2011 - 22h06

A Casa Grande devia enfiar o rabo entre as pernas e erguer um monumento ao Lula, maior que o Redentor. Não sacaram ainda as bestas, que ao melhorar a vida de milhões de brasileiros, Lula também prolongou um pouco mais a vida de um sistema caótico chamado capitalismo.
Depois de ouvir tanta merda da elite pernóstica, talvez Lula em seu próximo mandato aprenda.
E trabalhe pelo Socialismo.

Responder

Luiz Carlos

27/09/2011 - 22h06

Puro preconceito, egoísmo, impotência diante de um ser superior, que mesmo sem os recursos de uma educação formal foi capaz de estudar, analisar, sintetizar, aplicar seu plano e gerir sua implantação e consolidação, inclusive indicando e elegendo sua sucessora.
Falo, sem medo de errar, que estes estudantes fizeram perguntas baseados no que eles sempre ouviram, durante toda a vida, em suas casas de classe alta e na imprensa de um modo geral.
Se forem tão capazes quanto o Lula poderão analisar e se adaptar a nova situação, aceitando os novos brasileiros não miseráveis, e torna-los seus parceiros de estudos e negócios. Chegar ao nível de trata-los como iguais já é um pouco demais.

Responder

O_Brasileiro

27/09/2011 - 22h04

Agora eu entendo porque a Dra. Ruth se foi e FHC ficou… Ele precisava ver tudo isso, e ela não…
Ele precisava assumir o filho, ver o Lula com 83% de popularidade, ver o Lula doutor em Paris sem falar francês, ver a Dilma presidente. FHC merece tudo isso pelo que fez com o povo brasileiro…

Responder

    Marcus

    03/10/2011 - 13h02

    O_Brasileiro;

    Vamos ser racionais, sem apelar para a baixaria – deixe filhos, mulher e outras coisas particulares de fora.
    Esse é o método dos que perdem no discurso.
    Como diria Arthur Schopenhauer: "Assim como ser insultado é uma vergonha, insultar é uma honra. Por exemplo, mesmo que a verdade, o direito e a razão estejam do lado do meu adversário, não deixo de insultá-lo; desse modo, todas as suas qualidades passam a ser desconsideradas, e o direito e a honra passam a estar do meu lado. Ele, pelo contrário, perdeu provisoriamente a sua honra – até conseguir restabelecê-la, não mediante direito e razão, mas por tiros e estocadas. Logo, a rudeza é uma qualidade que, no ponto de honra, substitui ou se sobrepõe sobre as outras. O mais rude tem sempre razão: para quê tantas palavras?"

Ze Augusto

27/09/2011 - 22h00

Afinal, seria Lula "um FHC sem diploma"?

Responder

    Renato Lira

    28/09/2011 - 11h30

    Bem queria FHC ser um "Lula com diploma".

    toni borg

    28/09/2011 - 12h20

    ele primeiro teria que obter uma sensacional e extraordinária qualidade inerente ao FFHH: ser um medroso de marca maior: UM FUJÃO!! fujões FHC, SERRA e quer mais???? qdo a coisa engrossou pegaram seus passaportes e bye bye Brasil…

    Marat

    28/09/2011 - 12h48

    Sim, um FHC sem diploma, porém diplomado (e muito diplomado) pela vida, ao contrário do Imperador de Higienópolis que, talvez por possuir inúmeros diplomas, não teve tempo de ser diplomado pela vida, e ser defendido apenas pela "alta" sociedade e pela pequena grande imprensa!

    Gerson Carneiro

    28/09/2011 - 20h54

    O Serra não tem diploma, e é o quê?

Ze Augusto

27/09/2011 - 21h58

Uma provocaçãozinha saudável :

Até Veja já elogia Dilma

"A moderação e a sobriedade de Dilma vêm conseguindo feitos inimagináveis até para os petistas, e a fazem avançar sobre uma parte do eleitorado cativo do PSDB. Se o PT aprender a somar estes trunfos à popularidade de Lula, ao invés de contestá-los, o resultado pode ter potencial eleitoral imbatível."
http://noticias.r7.com/blogs/christina-lemos/2011

Pelo jeito o "Dilma é Lula" ficou para trás. Vai se perdendo junto com algumas outras e promessas que nunca são cumpridas como é comum em campanhas. Pela lógica Dilma é Lula será Dilma é PSDB.

De que modo se pode atrair "eleitorado cativo" ?

Responder

    SILOÉ-RJ

    28/09/2011 - 10h50

    Nem precisa atrair, eles vem se chegando devagarinho…
    "Junte-se aos bons e serás um deles".

    Luiz Carlos Azenha

    28/09/2011 - 11h13

    Eu acho que a Christina Lemos escreve para o R7, da Record. abs

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 11h12

    Veja elogiando Dilma é péssimo sinal.
    Afinal é a revista que mandou um fantoche vendido lá no Naoum e dedicou mais de 120 capas nos últimos 10 anos à tarefa de ferrar Lula, o PT e o MST.
    Se Veja diz amém a Dilma, o que podemos esperar daqui pra frente?

    Luiz Reis

    28/09/2011 - 14h59

    Os elogios à Dilma, feitos por representantes da elite nacional não tem o interesse em torná-la palatável a eles, e sim de criar a diferenciação dela para o maior eleitor de 2014, 2018, 2022… e, por outra, não vejo elogio algum ao fato deles dizerem que eleitorado cativo do PSDB está indo para Dilma… não os queremos, que continuem votando e pensando dentro dos padrões conhecidos de xenofobia e privilégios da casta. Serão atropelados, como já o foram antes, mesmo contando com todo o aparato midiático. Recado para eles: não venham para cá, não queremos vocês, não queremos que tentem nos incorporar aos dogmas do atraso e da covardia social, não queremos ser escada para sua tacanha sobrevivência. Deixem-nos em paz, nós faremos nossa estrada, nós a pavimentaremos, não vocês e suas crenças de que as migalhas é que serão repartidas com o bolo sendo apenas dividido entre os que já tem. Não aceitamos mais vivier assim, entendam isso de uma vez por todas.

Werner_Piana

27/09/2011 - 21h46

alguem tem noticias frescas da reunião extaordinária de urgência uregentíssima no Instituto Millenium?
Quantas ambulâncias disponibilizadas?

Deve estar fervendo…

SALVE, LULA! Eterno Presidente do BRASIL!

Responder

Murdok

27/09/2011 - 21h44

Lula fez o trajeto para a europa, justamente aquele trajeto pelo atlantico que fizram milhares de negros presos aos navios negreiros. Grandes homens, guerreiros, aqueles que sobreviveram e tambem aqueles que morreram. Lula lembra muito aqueles homens. Imponente, forte, inteligente. Lider. A america latina tem seu lider.

Responder

Daniel Faria

27/09/2011 - 21h42

Não conhecia essa fala do Lula sobre o diploma, emocionante. Mesmo com todos os defeitos dele, dá muito orgulho dele ter sido nosso presidente. E nojo dessa elite que, 8 anos e muito sucesso depois, ainda não aceitou um integrante da "senzala" no poder.

Responder

    Renato Lira

    28/09/2011 - 03h00

    Não aceitaram, não aceitam e jamais irão aceitar, Daniel.

    A marca de nossa sub-elite é a ignorância, o preconceito, a boçalidade, o rancor, o falso-moralismo, a alienação e o atraso.

    Se dependesse dessa turma, ainda existiriam troncos em praça pública.

alicio

27/09/2011 - 21h28

A globo deveria comentar sobre um cara que nada fez pela cultura do nosso país tomar posse na ABL. denegrindo a imagem da entidade. A ABL virou às costas e entrou no rol do stf, congresso, pig, judiciário. Uma vergonha!

Responder

Klaus

27/09/2011 - 21h02

Só as condecorações dadas pelos brancos de olhos azuis aparecem aqui…

Responder

    Polengo

    28/09/2011 - 00h55

    Você é negro, Klaus?

    Panambi

    28/09/2011 - 13h12

    Por dentro…

    SILOÉ-RJ

    28/09/2011 - 00h56

    Ué meu filho!!! Selecionamos essas dentre muitas, primeiro por falta de espaço, segundo que:
    Por enquanto são eles que ainda mandam no pedaço, mas já já a coisa muda de figura!!!
    Subistuição no comando: ….qualquer comando DOS RUMOS MUNDIAIS!!!
    Sai branquinho olho azul , entra mulatinho cabeça chata!!!
    E a população mundial ovacionando e batendo palmas de pé!!!
    VIVAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    DUVIDA???

    Renato Lira

    28/09/2011 - 11h27

    Procê vê que até os brancos de olhos azuis (os acadêmicos, claro) dobram-se ao presidente-operário brasileiro.

    O que mata de ódio os brancos de olhos azuis (no sentido ideológico) tupiniquins, nem tanto inteligentes.

    francisco.latorre

    28/09/2011 - 11h37

    chora.

    ..

    toni borg

    28/09/2011 - 12h16

    é sim seu catarina.. na UFB só tinha gringo abraçando o metalúrgico… aquele pessoal da massa cheirosa que tua conterranea tão bem encarna, a Lili Tacanha , a sacoleira de Miami..ahahahah vcs são a eleite brasileira..ahahaha sacoleiros de Miami blue eyes.. vai procurar tua turma

Cleuber Amorim Gomes

27/09/2011 - 20h58

Tivemos a monarquia, o regime militar,a elite e agora temos o Povo no Poder,viva LULA,viva Dilma e vamos comemorar nos quintais,nas lages na classe C, aonde você quiser,viva o Brasil!

Responder

beattrice

27/09/2011 - 20h45

A França e sua ACADEMIA honram a tradição libertária iluminista com este título.
Lula é e sempre será o guardião da transformação social do Brasil,
o avalista do novo contrato social que deve reger este país.
Em tempo,
os argentinos se comprometem ideologicamente, sempre.

Responder

    Renato Lira

    28/09/2011 - 02h55

    Tô contigo e não abro, beattrice.

    Marcio H Silva

    28/09/2011 - 03h08

    "Lula é e sempre será o guardião da transformação social do Brasil,
    o avalista do novo contrato social que deve reger este país" daqui para sempre, amém!.

    EUNAOSABIA

    28/09/2011 - 07h27

    Lula iria fazer o que com o Bolsa Familia (Cópia Pirata do Bolsa Escola, já que o Fome Zero foi um um fracasso monumental), se tivesse recebido o país com uma inflação mensal de 82%?

    Qual era o Plano Econômico de Lula para acabar com a híper inflação mesmo?

    Kadafi também ganhou isso aí rapaz, deve estar ao lado da foto de Lula se brincar.

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 10h54

    Seja Bolsa Família, seja Bolsa-Escola, o autor do projeto foi Cristóvam Buarque do PDT.

_spin

27/09/2011 - 20h39

A Casa Grande não perdoa, Lula tinha que estar amargando no pelourinho
Com uma imprensa dessas nós estamos fudidos e mal pagos

Responder

    Morvan

    27/09/2011 - 21h26

    Boa noite.
    O problema vai além, _spin.
    A entender o funcionamento da máquina elitista brasileira, Lula haveria de ter morrido de inanição, engrossando as estatísticas da desigualdade brasileira, como milhões de mortes anônimas. Seria o melhor de dois mundos para a perversíssima elite brasileira.
    Felizmente, para "o resto de nós", o "retirante" não só sobreviveu como encanta o mundo. É um Lech Walesa que deu certo (para nós, claro).

    Vida longa ao retirante. Lula para sempre no coração do povo brasileiro.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640

Ze Augusto

27/09/2011 - 20h32

O que me surpreende mesmo nessa história é o nível intelectual desses sujeitos.
Não sastisfeitos em contribuir para o sucesso – e poder um tanto exacerbado em certo modo – do cidadão Luis Inácio da Silva aqui , eles agora pretendem imortalizá-lo também lá .
Lula agradece.
E eles devem se ver inteligentes.

Não creio é que a esquerda – se anda existisse de fato – seria tão comemorativa.

Outro fato que surpreende é a "apropriação indevida" hahaha do termo "esquerda" hoje em dia por diversos segmentos. Não vejo de que modo isso contribui em algo. Muito pelo contrário. Mas também é fato que nesse momento da história tanto faz.

Responder

    SILOÉ-RJ

    28/09/2011 - 01h39

    Tanto faz não!!!
    Reconheca que nunca, jamais, em tempo algum, um governo teve tamanho reconhecimento do mundo t e de nós mesmos. Isso tudo num governo PETISTA sabidamente SOCIALISTA e de ESQUERDA.
    Concordo com você que no BRASIL atualmente já que a direita implodiu, querendo ou não, somos todos de esquerda, não é não???
    Pior que é o contrário; lá, ele é imortalizado. Aqui ainda encontra restrições de uma minoria "intelectual"
    como você, que faz com que a nossa unânimidade não seja burra.

fabio...

27/09/2011 - 20h29

..Nossa senhora..!
..Os capáchos do PIG. não desistem de sabotar o ESTADISTA METALURGICO.
..O cara já está fóra do poder e nem assim os escrôtos ô esquecem.
..A inveja é uma mér.., como dizia o parachóque de um caminhão FeNeMê.
..Pena que você, aZENHA não tem o vídeo com as "perguntas " destes imbecis,
..já pensou isso no YOUTUBE ?

Responder

    ines

    27/09/2011 - 21h04

    O video na cerimonia parece que vai ser postado no blog cidadania assim que liberarem o video completo com todos cantando Lula lá hehehe choraaaaaa invejentosssssssssssss

Reg

27/09/2011 - 20h17

Os detratores do ex-presidente Lula estão neste momento, lá no PIG, desqualificando o ex-presidente com o veneno escorrendo pelos cantos das bocas de tanta inveja e raiva, porque a França não premiou o vendilhão da pátria, o fhc.

Responder

    Renato Lira

    28/09/2011 - 02h54

    A venda de babadores explode mais uma vez.

    Os reaças hidrófobos tão alucinados.

    É muita espuma escorrendo pelo canto da boca mesmo.

    Como não posso vender gardenal, rivotril ou outro semelhante, vou abrir uma fábrica de babadores.

    Cada prêmio que Lula ganhar, a venda vai explodir.

    Vou ficar rico.

ZePovinho

27/09/2011 - 20h11

As taras e perversões da direita,com Lula,são indondáveis…………………….

[youtube eXkSSliQ5xg http://www.youtube.com/watch?v=eXkSSliQ5xg youtube]

Responder

mfs

27/09/2011 - 20h11

Há alguns anos (não muitos), uma amiga jornalista foi fazer um curso na Europa, junto com outros jovens colegas. Ela já trabalhava em um importante jornal brasileiro. Pois bem, os gringos tinham muita curiosidade a respeito do MST. O que os colegas jornalistas brasileiros comentaram? Que no estrangeiro as notícias chegavam deturpadas; na verdade, o MST era uma organização criminosa que ocupava terras com o propósito de, mais tarde, vendê-las; e que Stédile era um fanático terrorista, etc. Obviamente não tenho nada contra a profissão de jornalista (senão eu não daria tanta importância a esse site aqui, claro). Mas tenho a impressão de que, do mesmo modo que jovens sonham em entrar na tevê para ganharem fama e dinheiro, muitos jovens estudantes de Comunicação sonham em entrar para o trabalho na grande imprensa para fazerem parte, a seu modo, do mundo das celebridades. Daí o comportamento e a mentalidade de direita. É aquele negócio, posso ser empregado, mas me sinto no nível do patrãdo quando comportilho com ele a visão de mundo. È aquela história do Mino Carta, que sacaneia jornalista que chama patrão de colega.

Responder

    Aline C Pavia

    27/09/2011 - 21h20

    Quem "celebridade"? Monica Bergamo? Eliane Tucanhêde?
    Haja Prozac vencido.

    Luiz Aldo

    28/09/2011 - 17h09

    Gostei da elucubração! Faz sentido, e muito!!!

EUNAOSABIA

27/09/2011 - 20h09

Esse mesmo instituto e essa mesma fundação forneceram esse título a Muamar Kadafi na época em que ele vendia petróleo para a França. Kadafi também é Doutor Honoris Causa.

Deve ser muito importante para Kadafi esse diploma hoje.

Agora não é petróleo, agora é a Dassault e os 36 Rafales.

Responder

    El Cid

    27/09/2011 - 20h47

    Acho prudente colocar uma ambulância de plantão na porta da sua casa, moleque cinquentão !!

    EUNAOSABIA

    28/09/2011 - 07h19

    Já te falei, nasci em 1985.

    Renato Lira

    28/09/2011 - 10h50

    Com idade mental de quem nasceu em 2006 e pensamento do século 19.

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 17h18

    Idade mental de uma alface e pensamento da Idade Média.

    ines

    27/09/2011 - 21h01

    Eu te amo Lulão!!!

    Eduardo Guimarães

    27/09/2011 - 21h29

    Apenas um ex-presidente havia recebido o mesmo título, no caso, o tcheco Vaclav Havel, em 2009. Ao todo, em toda história do Science-Po, apenas 16 pessoas foram agraciadas.

    Jorge Nunes

    27/09/2011 - 21h31

    Ioio, vai com calma.

    Junior

    27/09/2011 - 21h40

    A instituicao estuda o passado e o presente, impossível premiar alguém julgando o futuro. Em 2008 quando teve aquela quebradeira dos bancos, no Reino Unido, o entao presidente do Halifax, banco que quebrou na época, tinha o título de "Sir" dado pela rainha Elizabeth II por servicos prestados ao reino, lembro que os MPs cogitaram tira-lo esse título quando souberam dos servicos mal-feitos dele, o que nao aconteceu pois a rainha disse que nao tnha como prever o futuro e o título dado foi merecido pelos seus feitos passados. Nao julgue a fundacao por causa do Kadafi, se esse título fosse dado a alguem que voce "simpatiza" estarias elogiando.

    Livre_2011

    27/09/2011 - 21h43

    Nossa, até o Kadafi recebeu um tambem é? 36 aeronaves caras essas não?

    Renato Lira

    28/09/2011 - 02h37

    Pois é, por aqui a turma do FH dá condecoração a Fujimori.

    Lula ganha prêmios a rodo lá fora.

    E a inveja tá matando a reaçaiada.

    A casa grande caiu, reaças invejosos.

    Haja gardenal.

    O_Brasileiro

    27/09/2011 - 22h02

    Se for verdade, qual o problema?
    O prêmio Nobel da Paz de Obama desmerece os recebidos por seus antecessores no prêmio???

    Renato Lira

    28/09/2011 - 11h04

    Mas é esse o único caminho da direita, Brasileiro.

    A direitinha não tem argumento para criticar, já que os factóides midiáticos que lhes abastecem limitam-se ao seu círculo restrito e medíocre.

    E repercutem menos ainda lá fora, onde Lula admirado por entidades e instituições respeitadas e por e todos veem que o Brasil está muito bem e isso causa ódio e inveja a essa sub-elite e de resto toda a direita e sua mídia de estimação, esse amontoado de ignorantes, medíocres e vira-latas.

    E a arma dos medíocres sem argumento é a tentativa de desqualificação e, ao fim, a ofensa.

    Se fosse assim, a lamentável presença de Merval Pereira na ABL desmerece Moacir Scliar?

    Figuras lamentáveis como Janio, FHC, Sarney, Collor ou a ditadura desmerecem os grandes presidentes que o Brasil já teve, como JK e Lula?

    Fujimori ter sido condecorado por FHC desmerece os outros condecorados?

    Liga não, Brasileiro. Essa crítica rasteira é o mais do mesmo da direita, a mediocridade.

    André Luis

    27/09/2011 - 23h24

    A mediocridade tucana continua impedindo seus seguidores de reconhecerem a grandeza de Lula … "Xapralá" … Seguindo o texto …

    Eduardo

    27/09/2011 - 23h30

    Cadê a fonte? Não sei de nada sobre o Kadafi ter recebido o título de Doutor pela SciencePo, estás enganado. Plantando notícias falaciosas.
    Mentiroso!

    Geysa Guimarães

    28/09/2011 - 00h12

    EUNAOSABIA:

    Esta eu não sabia! Mas e daí? Dirija sua reclamação à entidade, acho que eles vão gostar muito de saber que alguém que ninguém sabe quem é os está chamando de corruptores ou vendilhões.
    Fica triste não, um dia os "brâmanes" tupiniquins chegam lá. Aliás, se a fórmula é a que vc afirma, estranho muito que eles não tenham chegado antes do SuperLula.

    Gersier

    28/09/2011 - 00h44

    Na estante de Obama existe um "Nobel da Paz". Agora vc quer saber porque o Saddam Hussein Abd al-Majid al-Tikriti e o Muammar Abu Minyar al-Gaddafi,antes amigos dos americanos do norte os quais vc deve idolatrar, foram devidamente "demoniados"?
    http://www.youtube.com/embed/dFtijO8qM6A

    Rafaela

    28/09/2011 - 00h56

    Ô inveja!

    Renato Lira

    28/09/2011 - 02h34

    Como devem ser imrtantes os diplomas que ele ganhou, né, reaça Smith?

    Vaidoso, como ele só, cheio de diploma e um desastre como presidente.

    E, como você e toda e direitinha arcaica da "casa grande" deste país, invejosa como ninguém.

    Carlos Ribeiro

    28/09/2011 - 08h49

    Estuda, menino!

    Paulo

    28/09/2011 - 09h23

    CONTINUASEMSABER

    dukrai

    28/09/2011 - 10h38

    trollxa, vc mente descaradamente

    Gabriel Dantas Motta

    28/09/2011 - 11h07

    Kadhaffi foi recebido e cumprimentado por Obama, Cameron, Durão Barroso, Zapatero, Berlusconi, Sarkozy, Merkel, Putin…

    Renato Lira

    28/09/2011 - 11h14

    Putz. Essa foi de lascar.

    Pra você ver como a sanha cega e hidrófoba de reaças como Richard "naosabia" Smith.

    É o vale-tudo alucinado da direita, que vai na doida e pega o que der.

    E aí, como o que sobra em preconceito, arrogância e falso-moralismo na direita é inversamente proporcional à inteligência dessa rapaziada, o resultado são coisas risíveis e bizarras com esta que você tá registrando, Scan.

    Pena pra direitinha atual é que falta um Lacerda a eles. A arrogância, o atraso, a boçalidade, o preconceito, o rancor, a ignorância, tudo isso permanece.

    Mas falta inteligência. A rapaziada reaça padece pela falta de reciocínio e argumento crítico.

    Gentinha estúpida, desprovida de cérebro.

    Scan

    28/09/2011 - 11h44

    É, Renato, é assim que funciona a direitalha.
    Infelizmente meu comentário foi deletado pelo administrador, pois acredito ter "ofendido" o sr. eunaosabia e o Azenha tenha se mordido.
    Parece-me que apenas um lado pode ofender, falar mentiras cabeludas, denegrir, pintar e bordar.
    Eu não estou desse lado e sou, portanto, sujeito à censura.
    É justo…

    Panambi

    28/09/2011 - 13h14

    O que não fazem cacos de vidro, usou no furico e danificou o cérebro…

Aline C Pavia

27/09/2011 - 20h05

E a pergunta que todo mundo quer fazer foi feita pela correspondente de O Globo, Deborah Berlink: Por que Lula e não Fernando Henrique Cardoso, seu antecessor, para receber uma homenagem da instituição?

Resposta do presidente da instituição, Richard Descoigns: "O presidente Lula fez uma carreira política de alto nível, que mudou muito o país e, radicalmente, mudou a imagem do Brasil no mundo. O Brasil se tornou uma potência emergente sob Lula, e ele não tem estudo superior. Isso nos pareceu totalmente em linha com a nossa política atual no Sciences-po. O mérito pessoal não deve vir somente de um diploma universitário. Na França, temos uma sociedade de castas. E o que distingue a casta é o diploma. O presidente Lula demonstrou que é possível ser um bom presidente, sem passar pela universidade. Ele foi eleito por unanimidade pelo nosso conselho de administração."

Responder

    Aline C Pavia

    27/09/2011 - 20h08

    A INVEJA deve ser MUITO AMARGA de engolir não é mesmo trolhas patéticos demo-tucanalhas?

    Quando leio notícias como essa com meu querido Lula ou minha querida Dilma, só uma coisa acontece comigo:

    HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA
    HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHA

    (como é gostoso rir desses trolhas miquinhos amestrados anônimos balbuciantes incoerentes… e principalmente, rir dos demo-tucanalhas demagogos, hipócritas, corruptos e incompetentes que os pagam – ou nem isso)

    Arno Siebert

    27/09/2011 - 21h08

    HAHAHAHAHAHA……………………………………..HAHAHAHA Valeu, HAHAAH!

    FrancoAtirador

    27/09/2011 - 21h20

    .
    O Reinaldo Azevedo cortou os pulsos.

    O Serra se degolou.

    O FHC… bem… o FHC não se enforcou…

    O povo brasileiro já havia feito o serviço.
    .
    .

    Marcio H Silva

    28/09/2011 - 02h57

    FHC tá marombado.
    Serra tá sendo enforcado em doses homeopáticas pelo seu partido.
    Aécim tá bebendo mais ainda, quase alcóolatra.

    EUNAOSABIA

    28/09/2011 - 07h23

    Resposta do presidente da instituição, Richard Descoigns: Naquela época a Dassault não estava a beira da falência e não precisava vender desesperadamente os 35 Rafales.

    As aulas de Lula em Sorborne começam quando?

    Esse Diploma de Lula serve pra que??? pagar meia entrada na rede Cinemark?

    Fala sério rapaz, esse complexo de vira latas de vocês é dantesco.

    Lula é o único presidente do mundo que se deu bem por ter feito o NADA.

    Ou ele mudou o que mesmo??? não enganam ninguém.

    Saudações.

    Aline C Pavia

    28/09/2011 - 10h56

    Se Lula é tão irrelevante assim, por que você continua se incomodando tanto com ele?

    Grilo

    28/09/2011 - 11h34

    Só para acrescentar. E o pior do FHC é que seu diploma lhe permitiu "construir", não sozinho, é claro, como sabemos, aquela mosntruosidade da "Teoria da Dependência"; e que na sua frustrada (em parte) tentativa de aplica-la aqui, quebrou o país por 3 vezes, fundiu nossas reservas cambiais, entregou grande parte de nosso patrimônio… precisa mais??? Será que para isso que serve seu diploma"?

Escrevinhador

27/09/2011 - 19h59

[…] pedidos, aqui o artigo traduzido para o português pelo […]

Responder

Leonardo Câmara

27/09/2011 - 19h52

Falo aqui sem medo de errar. O cara que conseguiu mudar a face do mundo sem ter frequentado uma escola decente para se instruir, usando somente sua inteligência intuitiva, só pode ser um gênio.

Hoje em dia não há quem, em sã consciência, tenha a coragem de negar que a melhor forma de se organizar a economia de um país é através da solidariedade dos mais prósperos para com os menos aquinhoados; até para o bem daqueles.

Antes dele, só John Forbes Nash Jr. tinha sugerido algo nessa linha, mas de forma puramente teórica e pouco transparente (por razões que o "stablishment" da época pode explicar). Mesmo assim, este estudou em Princeton e, portanto, teve um dos melhores ambientes possíveis para desenvolver suas ideias.

Ao longo do tempo, o nome de Lula transcenderá, em muito, o de seus detratores. O que obviamente não quer dizer que ele tenha feito um governo perfeito. Ninguém o faria.

Responder

    EUNAOSABIA

    28/09/2011 - 07h29

    Eletrochoque.

    Leonardo Câmara

    28/09/2011 - 11h39

    Já fez a conta que eu de mandei fazer garoto? Se não fez, saia da internet e vá estudar, você precisa aprender regra da cadeia!

    Marcio H Silva

    28/09/2011 - 15h16

    Caro Leonardo, pela foto, voce me parece jovem, da idade de meus filhos. Como é bom ver um jovem com a mente arejada e esclarecido. Gostaria que todos os jovens do meus país fosse assim. Parabéns.

    Luiz Reis

    28/09/2011 - 14h50

    Sempre achei isso. Lula modificou a agenda mundial, não apenas no Brasil. Sua visão política de mundo e sua sensibilidade social não tem referência na história moderna, gostem ou não as viúvas demotucanas da elite limpinha… é caminho sem volta, de desafios, tropeços, derrotas, mas sem volta.

Pafúncio Brasileiro

27/09/2011 - 19h44

Azenha,
Provavelmente, estes brasileiros colegas da Ciência Política que emitiram suas opiniões sobre Lula, tem suas idéias obtidas da "grande" imprensa nativa (Veja, Folha, Estadão, Globo e outras). Ou seja, eles se baseiam em noticias "pasteurizadas", de uma imprensa que não quer ver nada do realizado por Lula, pois não interessa a eles.

Responder

Fabio_Passos

27/09/2011 - 19h44

A "elite" brasileira teme o exemplo.
A prova da fantástica capacidade do povo brasileiro.
O Lula é a prova de que o trabalhador pode e deve governar.

A ricaiada branquicela não pode admitir que um trabalhador-pobre-nordestino-pau-de-arara fez um governo muito superior ao de representantes da "elite".

rede globo, veja, fsp, estadão: Chupa!

Responder

Escravocratas contra Lula « Marcos Aurélio

27/09/2011 - 19h34

[…] Por Martin Granovsky (reproduzido do Vi o Mundo, aqui) […]

Responder

Apolônio

27/09/2011 - 19h33

Parabéns Lula, maior presidente que esse país já teve. Grande Estadista. Inteligência e sabedoria, não tem nada a ver com escolaridade superior. Lula colocou o Brasil no mapa, revolucionou o Brasil com suas ideias. Um homem desse que fez história não é um homem bardo de inteligência. É um sábio em sentido lato. Só as elites não sabem disso ou não querem saber. Isso tudo é por mero preconceito. Mas essa elite que se diz intelectualizada, se jacta de ler e elogiar Machado de Assis, todos sabemos que Ele, é considerado maior escrito brasileiro, e, elogiadíssimo no mundo todo, e, Machado não tinha nenhum título universitário. Grande ironia da vida. A elite não aprende.

Responder

Antonio

27/09/2011 - 19h01

E os serviçais-comensais e prostitutos da Casa Grande estavam lá com as perguntinhas prontas, morrendo de inveja, como estão seus patrões, sem nenhum pudor, sem qualquer senso crítico, a não ser com a fixa idéia de agradar seus patrões. Esses jornoporcões dão nojo. E Lula recebeu seu título. O primeiro da América Latina. Pequenina imprensa marrom brasileira, não há como negar a sua pequenêz em seus nojentos atos. E não há também como negar: Lula recebeu o doutorado Honoris Causa da Sciences Po. Assim, recebeu. E vocês e o FHC não. Os de joelho são tratados como são: de joelhos acrescidos de muita corrupção e safadeza. E isso levarão para o túmulo e também para a História Mundial. Só falta levarem um xadrez.

Responder

Alvaro Tadeu Silva

27/09/2011 - 18h45

Repetindo minha querida avozinha: A inveja mata".

Responder

    Beto

    27/09/2011 - 19h51

    O farol tá se roendo…

Leider_Lincoln

27/09/2011 - 18h41

São absolutamente DOENTES. Miservalemente doentes. Doentes miseráveis. Eu entendo por que um Richard Smith da vida, e muitos outros trolls escontam os nomes. O que eles pensam é mais que doente, é de um "africanderismo darwinista social eugenista à lá KKK" de fazer vergonha aos ideólogos do apartheid.
Mas que se atolem no próprio fel! Eles, os trolls, os gatos pingados das "marchas contra a corrupção dos outros", a imprensa moribunda e toda esta gente (?!?) não entendeu é que ele foi o cara por ter feito o contrário do que eles fizeram! O mundo se curva, 82% dos brasileiros acham o máximo e a única coisas que eles podem fazer é babar de inveja, raiva e despeito!

Responder

trombeta

27/09/2011 - 18h38

A direita e seus compadres do PIG odeiam Lula. Não é por causa da barba, do português castiço ou por não dominar nenhuma língua estrangeira, nada disso.

O que enfurece eles é o talento e a habilidade descomunal de Lula para a política, a sua capacidade de convencimento e aglutinação que não se aprende na universidade.

Lula tirou a esquerda do gueto e a levou para o comando de uma das maiores economias do planeta, agora, já não é o aumento do vale-refeição que é reivindicado mas um assento no conselho de segurança da ONU, a composição do FMI, as pautas da OIT entre outros.

Direita, viuvinhas da ditadura e a esquerdinha de botequim de faculdade não são muito chegados a Lula (o bombeiro da luta de classes segundo alguns) mas ele é a melhor coisa que apareceu no mundo nos últimos tempos e, com muito orgulho para nós, o homem é brasileiro.

Responder

    Leonardo

    28/09/2011 - 09h07

    trombeta,

    Não se esqueça que o companheiro Lula chegou ao poder em razão de uma grande aliança de esforços e correntes políticas, muitas das quais a esquerda mais orgânica e profunda da sociedade, para quem o sonho de um país com menos desigualdades e injustiças ainda não foi sepultado.
    Até há bem poucos anos atrás, Lula era mais assertivo, ouvia tanto o povo quanto ao que você chama de "esquerdinha de botequim de faculdade ", a qual foi quem colaborou nas campanhas e na construção de um sonho.
    Portanto, mais respeito com as raízes de esquerda do ex-presidente Lula, é o mínimo que se pode exigir.
    Se hoje temos um PT e um governo que não possui radicais, não se esqueça que é graças aos radicais que a Petrobrás não foi vendida ao capital financeiro especulativo; não tivemos o completo desmonte dos serviços públicos em razão da resistência das esquerdas(que fazem protestos, passeatas, colocam o trio de som na rua para fazer manifestações) e do nosso povo que não tolera o parasitismo das soluções privatizantes.

Walter Clemente

27/09/2011 - 18h37

gostaria que o nome dos jornalistas que fizeram essas perguntas fosse listado. Por que o anonimato?

Responder

    beattrice

    27/09/2011 - 20h36

    Faço minhas suas palavras, neste caso, é bom contar o milagre E o santo.

    Abel

    02/10/2011 - 21h58

    Pra bom entendedor, pingo é letra ;)

Polengo

27/09/2011 - 18h24

Cada dia que passa, aparece mais gente que tem medo do "cara".

Responder

Deixe uma resposta