VIOMUNDO

Folha dá aula de como tirar frase de Lula do contexto

13 de dezembro de 2012 às 14h23

por Luiz Carlos Azenha

Eu ouvi o discurso do ex-presidente Lula em Paris, ontem. Quem quiser ouvir, clique abaixo:

Lula falou sobre a crise econômica internacional, além de exaltar as conquistas de seu próprio governo.

A crise econômica internacional foi consequência da desregulamentação dos mercados financeiros e os bancos receberam bilhões de dólares e euros em dinheiro público como forma de resgate.

Conforme descrito por Eduardo Febbro na Carta Maior:

Interrompido várias vezes por aplausos, Lula denunciou “a falta de representatividade” dos organismos internacionais e defendeu a criação de mais espaços representativos multilaterais, que aumentem o peso das vozes alternativas em nível internacional. “Precisamos criar instrumentos e mecanismos com mais solidariedade, mais democracia, para que as decisões não estejam subordinadas a quem tem mais dinheiro, mais poder ou uma indústria maior”.  O senso de humor e a pertinência do ex-presidente fizeram da jornada final do fórum um momento especial. Lula criticou os banqueiros que gozam de uma impunidade absoluta: “o mais fantástico é que o Lehman Brothers quebra e ninguém vai preso, enquanto o banco recebe os bilhões que os países nunca recebem no mundo”.

No início do discurso, Lula chegou a mencionar um “sociólogo” e empresários não identificados, dizendo que esperavam que ele, Lula, fosse um fracasso no governo, mas que “a história os enganou e eu muito mais”.

Mais para a frente, deu alguns alguns foras diplomáticos, como ao mencionar o Fórum Mundial Social de Porto Alegre como reunião de “xiitas” ou ao dizer que tinha viajado muito, inclusive ao Timor Leste, sem entender o motivo de ter ido até lá. Coisas da descontração de um ex-presidente.

Porém, é importante ouvir o discurso na íntegra para constatar que a absoluta ênfase de Lula foi na crise econômica internacional, suas consequências e soluções.

Ele propôs debates sobre o tema e foi nesse contexto que afirmou:

“Essa crise não é de nenhum de nós individualmente. Essa crise é da responsabilidade de pessoas que nós nem conhecemos. Porque, quando um político é denunciado, a cara dele sai de manhã, de tarde e de noite no jornal. Vocês já viram a cara de algum banqueiro no jornal? Sabe por que não sai? Porque é ele que paga as propagandas dos jornais. Então, não sai nunca”.

O que a Folha fez com a frase?

Retirou a menção de Lula à crise e fez um acréscimo que mudou completamente o sentido da frase (grifo meu):

Sem citar diretamente o depoimento de Valério, ele criticou a imprensa. “Quando um político é denunciado, a cara dele sai de manhã, de tarde e de noite no jornal. Vocês já viram a cara de algum banqueiro no jornal? Sabe por que não sai? Porque é ele que paga as propagandas nos jornais”, disse.

Pronto, segundo a Folha Lula usou o discurso para rebater depoimento de Marcos Valério e criticar a imprensa brasileira, como em Acusado, Lula ataca imprensa e volta a falar em candidatura.

Uma verdadeira aula sobre como esquentar uma manchete.

Leia também:

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
Captura de Tela 2016-06-28 às 00.50.10
28 - jun 2

Vitor Teixeira: Museu do golpe

No Brasil de Fato

Captura de Tela 2016-06-22 às 21.07.25
22 - jun 2

Laerte: Família

Neurose

Captura de Tela 2016-06-14 às 21.55.59
14 - jun 4

Benett: Espera só

Castigo em forma de centrão

63 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

A diferença que faz um convite para dançar | A Tal Mineira – Blog da Sulamita

02/03/2013 - 22h38

[…] recente palestra na França, aquela em que, ao cobrir, a Folha tirou do contexto palavras do ex-presidente, Lula fez uma declaração de deixar a esquerda brasileira arrepiada, sobre o que ele vê como […]

Responder

O PT e uma sensação que as pesquisas não medem « Ficha Corrida

21/01/2013 - 08h27

[…] recente palestra na França, aquela em que, ao cobrir, a Folha tirou do contexto palavras do ex-presidente, Lula fez uma declaração de deixar a esquerda brasileira arrepiada, sobre o que ele vê como […]

Responder

Rômulo Gondim – O PT e uma sensação que as pesquisas não medem

20/01/2013 - 22h57

[…] recente palestra na França, aquela em que, ao cobrir, a Folha tirou do contexto palavras do ex-presidente, Lula fez uma declaração de deixar a esquerda brasileira arrepiada, sobre o que ele vê como […]

Responder

O PT e uma sensação que as pesquisas não medem « Viomundo – O que você não vê na mídia

20/01/2013 - 20h57

[…] recente palestra na França, aquela em que, ao cobrir, a Folha tirou do contexto palavras do ex-presidente, Lula fez uma declaração de deixar a esquerda brasileira arrepiada, sobre o que ele vê como […]

Responder

Ricardo Kotscho: Um abismo entre o mundo real e o noticiário « Viomundo – O que você não vê na mídia

16/12/2012 - 19h14

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Folha dá aula de como tirar frase de Lula do contexto « novobloglimpinhoecheiroso

16/12/2012 - 16h13

[…] Luiz Carlos Azenha em seu Viomundo […]

Responder

Lei de Meios promove a liberdade de expressão, diz juiz « Viomundo – O que você não vê na mídia

16/12/2012 - 00h07

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

A campanha para descobrir os donos do Brasil « Viomundo – O que você não vê na mídia

15/12/2012 - 23h55

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Jornalista diz que foi alvo dos arapongas da PM paulista « Viomundo – O que você não vê na mídia

15/12/2012 - 13h00

[…] PS do Viomundo: O secretário Ferreira Pinto, demitido recentemente por Geraldo Alckmin, estava no cargo desde o governo Serra. Quanto a esta questão de arapongagem — não necessariamente relacionada ao caso acima –, depois da campanha de 2010 recebo ligação de um amigo jornalista com o qual há muito não falava, mais de dez anos. Na verdade, ele estava tentando descobrir a quem pertencia meu número de celular. Obviamente, como não nos falávamos há muito tempo, nem me preocupei em saber com quem ele tinha conseguido meu número. O detalhe relevante veio no final: ele estava assumindo um cargo no governo Alckmin. Leia também: Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Antonio Lassance: PSDB tenta tirar o foco do mensalão tucano « Viomundo – O que você não vê na mídia

15/12/2012 - 12h13

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

La Nación: Artigos 45 e 161 da Ley de Medios são declarados constitucionais « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 23h22

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Apesar da “crise”, aprovação de Dilma fica em 62% « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h10

[…] Talita Cavalcante Leia também: Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do […]

Responder

Brasil de Fato: O agronegócio brasileiro na África « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h09

[…] tivesse interesses econômicos e diplomáticos a defender e nós, brasileiros, não. Leia também: Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do […]

Responder

Estados Unidos imprimem dinheiro e o mundo paga a conta nos alimentos « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h09

[…] Então, não vemos inflação nos produtos industrializados. Mas os preços dos alimentos aumentaram em todo lugar. Se o preço em dólar dos alimentos sobe — se o preço do arroz em dólar sobe — o preço do arroz aumenta em todo o mundo; caso contrário, o produto seria vendido no mercado dolarizado. Se o preço do arroz nos Estados Unidos aumenta, também aumenta na Tailândia. E quando o Banco Central dos Estados Unidos imprime dinheiro, o preço da comida sobe. Esta é a grande desvantagem, o grande problema real do QE — caso contrário, seria uma coisa boa: imprima dinheiro, faça o preço das ações subir na bolsa e todo mundo ficará rico e feliz. Mas existe também este impacto, de criar inflação no preço dos alimentos. Leia também: Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Joel Leite: Margem de lucro das montadoras no Brasil 3 vezes maior que nos EUA « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h08

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Pablo Gutiérrez: Corte pode ordenar anulação do julgamento da AP 470 « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h07

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Lindbergh denuncia “campanha de ódio” contra Lula « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h06

[…] mora, se educa e sonha. Brasileiros que se tornaram, enfim, cidadãos do Brasil”. Leia também: Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do […]

Responder

Revelado: As casas dos filhos de Lula « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h05

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Pinheirinho: Um ano depois, balanço da cobertura de um jornal « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h05

[…] Somos assim levados a questionamentos sobre a cobertura informativa da Folha de S.Paulo envolvendo reintegrações de posse e movimentos sem-teto no país. O veículo seguiria o mesmo padrão jornalístico do Caso Pinheirinho com outros casos relacionados? Leia também: Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Lincoln Secco: O enésimo escândalo e a passividade bovina do PT « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/12/2012 - 20h04

[…] Folha dá aula de como tirar declaração de Lula do contexto […]

Responder

Ulisses

14/12/2012 - 19h56

Minha maior felicidade nessas ocasiões é ver que, independente dos malabarismos dessa imprensa especulativa, o índice de aprovação da Dilma anda lá nas alturas. E ninguém pode negar.

Responder

joão

14/12/2012 - 17h56

Dec
14
Zé de Abreu aponta trama para Valério falar

Acordo de R$ 17 milhões teria convencido o empresário a envolver o ex-presidente Lula no ‘mensalão’, de acordo com o ator; dinheiro teria sido reunido por grupo de empresários, políticos, além de Roberto Civita, dono da Veja; condição era que declarações saíssem primeiro na revista semanal, que em setembro deu capa com Marcos Valério; procurada, editora Abril não se pronunciou

247 – Declarações de um advogado feitas na madrugada desta sexta-feira denunciam suposta trama que envolve um acordo de R$ 17 milhões para convencer o empresário Marcos Valério a denunciar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do ‘mensalão’. A conversa, que teria acontecido num restaurante de Brasília, foi noticiada nesta manhã pelo ator e ativista político José de Abreu, via Twitter.
Ao 247, Abreu não deu mais informações sobre quem seria o advogado, mas garantiu que não se trata de Marcelo Leonardo, representante do publicitário mineiro na Ação Penal 470, da qual seu cliente foi condenado com uma pena que passa dos 40 anos. Marcelo Leonardo sequer teria concordado com o acerto. Quanto à fonte que lhe revelou o diálogo, ele se limitou a dizer: “É um político da oposição”.
“Estou repassando o que me contaram, foi nessa madrugada. Uma pessoa ouviu do advogado, que começou a falar mais alto num restaurante de Brasília. Era um lugar menos nobre, não era tipo um Piantella”, descreveu José de Abreu, em referência ao famoso ponto de encontro de políticos da capital federal. Segundo ele, há ainda prometido ao empresário dois apartamentos nos Estados Unidos, um em Miami e outro em Nova York, “FORA o pagamento de TODAS as multas financeiras a que MV foi condenado”.
O acerto teria sido feito sob a condição de que as revelações contra Lula sairiam primeiramente na revista Veja. Em setembro, uma reportagem de capa intitulada “Os segredos de Valério” traz frases atribuídas a interlocutores próximos ao empresário apontando o ex-presidente como chefe do ‘mensalão’. Segundo o advogado, o dinheiro para pagar Marcos Valério teria vindo de uma “composição financeira” envolvendo empresários, políticos e o próprio dono da semanal, Roberto Civita, responsável pela organização da ‘vaquinha’.
Posteriormente à publicação da reportagem, foi levantado um debate na imprensa e nas redes sociais que questionava a veracidade das denúncias e a existência de um áudio que comprovasse a entrevista. O colunista do jornal O Globo, Ricardo Noblat, liderou a defesa à revista, garantindo que havia, sim, uma “fita” com as revelações de Valério. Procurada pelo 247 para comentar as denúncias, a assessoria de imprensa da Editora Abril não respondeu até a publicação dessa reportagem.
Futuro dos filhos
A intenção de Marcos Valério seria “deixar bem os filhos”, postou o responsável pelas revelações. Ao 247, o ator acrescentou que há psiquiatras e psicólogos envolvidos e que o publicitário não passa bem. “Cada imóvel teria sido colocado em nome de cada filho de MV. A saída de casa, a “farsa da separação” segundo o advogado bêbado, fazem parte”, escreveu José de Abreu, em referência ao acordo. Valério andava muito deprimido e não queria deixar a família sem garantias quando ele fosse para a prisão, conta Abreu.
Falou, tem que provar
As denúncias, porém, teriam de ser provadas. “Uma parte da grana só seria paga se MV conseguisse que abrissem processo contra Lula”, escreveu José de Abreu no microblog. Depois de três meses da reportagem publicada por Veja, o jornal O Estado de S.Paulo revelou, nesta semana, parte de um depoimento do empresário à Procuradoria Geral da República feito em 2003, com mais revelações sobre o ex-presidente.

Posted 14th December by Jussara Seixas
blog justiceira da esquerda

Responder

João Vargas

14/12/2012 - 13h49

A folha confunde crocodilo com cocô de grilo, alhos com bugalhos, funda com bunda…mas não é por ignorância. é mal intencionada mesmo!

Responder

spin

14/12/2012 - 11h39

As presepadas do nosso Judiciário: O desembargador que derrubou o Youtube vai querer derrubar o Nassif

http://www.advivo.com.br/blog/iv-avatar-do-rio-ooooooooo/da-serie-as-presepadas-do-nosso-judiciario

Responder

Zequinha

14/12/2012 - 10h22

Ah, ah, ah… esse Amaro.

Responder

Bartolomeu

14/12/2012 - 09h56

Relator da ONU critica jornal Folha de S. Paulo por censura a blogue

Frank de la Rue disse ‘não entender’ porque a direção do jornal se irritou com blogue de paródia Falha de S. Paulo, fora do ar há dois anos, nem porque a Justiça acatou ação contra iniciativa.

“O acosso judicial é uma forma de limitar o trabalho de jornalistas, de censurá-los”, avaliou o funcionário das Nações Unidas. “Ainda que não haja condenação, mover uma ação na Justiça já é uma agressão econômica, porque implica em gastos com advogados e defesa.” O relator classificou como “grave” o fato de que no Brasil haja “dois níveis” de liberdade de expressão: a liberdade dos grandes meios de comunicação, que em geral é respeitada, e a dos meios de comunicação independentes e alternativos, que sofrem restrições maiores. “Um dos princípios que defendo é que a liberdade de expressão, como todos os direitos humanos, deve ser universal.”

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/cidadania/2012/12/relator-da-onu-sobre-liberdade-de-expressao-critica-folha-de-s.-paulo

Responder

João-PR

14/12/2012 - 04h01

Folha, não dá para ler.

Responder

Maria Izabel L Silva

14/12/2012 - 03h46

Eles estão se pelando de medo que o Lula seja candidato ao governo de São Paulo. Coorrem o risco de amargar outra derrota eleitoral. Então é paulada no Lula. Vale tudo.

Responder

Mário SF Alves

13/12/2012 - 23h53

“Quando agridem o Lula, nesse atual quadrante da nossa história, não é para atingir a figura do Lula. O desejo, a ânsia é destruir o projeto que o companheiro Lula foi capaz de construir para o País”, afirmou Pinheiro.

http://www.viomundo.com.br/denuncias/lindbergh-denuncia-campanha-de-odio-de-setores-da-midia-contra-lula.html

__________________________________________________
Alguém ainda duvida disso?

Responder

Denise

13/12/2012 - 22h28

A arte da empulhação. E ainda cobram pelo jornal

Responder

elizabeth pretel

13/12/2012 - 20h45

Eu também constatei isso. Mas o que podemos fazer, a não ser alertar as pessoas mais próximas. Realmente está ficando difícil. A maior parte da imprensa (tvs,rádio,jornais, revistas), está manipulando as notícias de maneira assustadora.

Responder

renato

13/12/2012 - 19h39

Só lembrando que o Estadão acabou com um de seus jornais de
circulação na tarde de São Paulo! E era um tirada grande.
Agora esta faltando este dinheiro. A Abril mandou embora
vários funcionários (a confirmar).
O que mais está acontecendo nos jornais e revistas de Brasil!
A Internet, ou as pessoas não estão mais afim de informações
vazias.
Antigamente você andava com Jornal dobrado embaixo do braço
era referência de INTELIGÊNCIA.
Andar com a VEJA, você estava a favor da CHEFIA!
Hoje a Veja só esta nos consultórios e todos com nº do ano
passado. Fazem parte da decoração!

Responder

paula bh mg

13/12/2012 - 19h18

O vento de outono se encarregou da FOLHA. Está apodrecendo no chão mesmo. Não está vendendo e precisa que alguém lhe pague para mentir e atacar o Lula.

Responder

ESDRAS

13/12/2012 - 18h36

Ordinários e Mercenários ou PT vs PMDB, e não querem que a imprensa brasileira divulguem????? Não dá pra entender.

Responder

    Sala Fério

    13/12/2012 - 18h53

    Tem também os ingênuos que usam o espaço de comentários de artigos para fazer seu proselitismo antipetista, repercutindo uma mídia que a cada momento trata determinados personagens de maneira diversa (como fez com Roberto Jefferson, que virou ‘herói’, e agora com Valério, que vira uma fonte confiável da noite pra o dia, uma testemunha boa …) :)

    Maria Izabel L Silva

    14/12/2012 - 03h38

    Esqueceu de fumar seu bagulho hoje mô fio ?????????????

Emanuel Cancella

13/12/2012 - 18h26

Vamos denunciar os “Anões da Justiça” e a mídia golpista

Lembra -se dos “Anões do Orçamento”, aqueles que se utilizavam do orçamento da União para desviar recursos públicos? Foram chamados de anões pela sociedade, dada a pequena estatura moral.

Agora nós temos os “Anões da Justiça”, e assim vamos identificar os ministros da Supremo Tribunal Federal que usaram o falso argumento da moral e da justiça para julgar a AP.470 no período eleitoral.

Esses mesmos ministros, ou “anões da Justiça”, até agora nem sequer cogitaram de julgar o Mensalão do PSDB e do DEM. Vale lembrar que o mensalão mineiro e dos democráticos foram anteriores ao chamado Mensalão do PT, e, logicamente, deveriam ser julgados primeiramente.

E vamos denunciar também a mídia golpista, aquela que planta a notícia sem nenhum fundamento, ou retoma matéria chamada no jargão da imprensa de matéria requentada, para macular a imagem de pessoas no sentido de auferir vantagem. A imprensa golpista age por dois principais motivos: primeiro, como se fosse um partido, de olho na eleição de 2014, para destruir Lula que consideram um cabo eleitoral imbatível e conseqüentemente derrotar o PT.

E o segundo principal motivo, é a resistência à democratização dos meios de comunicação, coisa que o mundo desenvolvido já fez e em nosso continente, Venezuela e Argentina já deram o pontapé inicial, e por isso sofrem críticas duríssimas da nossa mídia golpista de plantão.

A mídia golpista de nosso continente está articulada para derrubar os governos democráticos e populares, pois esses governos criam situações sociais que levam à discussão de uma mídia totalmente diferente da que temos. Vamos usar as redes sociais e todos os meios democráticos para esculachar esses meios de comunicação! Até porque eles não fazem por merecer nenhum respeito e por isso vamos agir com reciprocidade!

A presidente Dilma já declarou que prefere o ruído da imprensa livre ao silêncio tumular das ditaduras. A sociedade já derrubou a ditadura e agora vamos buscar extirpar essa imprensa, que de livre não tem nada. Nenhuma trégua aos “Anões da Justiça” e à mídia golpista!

RIO DE JANEIRO, 13 de dezembro de 2012

Responder

    Carlos

    14/12/2012 - 09h13

    Taí! Se a mídia usa a criatividade de forma leviana e a serviço do mau, vamos utilizar a nossa criatividade a serviço do bem e da justiça. Valeu!

    Carlos

    14/12/2012 - 09h21

    E o Bessinha (o cartunista) poderia nos ajudar criando a caricatura-símbolo destes anões – seria como uma marca. Daí, mais adiante, as Centrais e a UJS começariam, elas, usando e disponibilizando adesivos dos “Anões da Justiça”.

Carlos

13/12/2012 - 18h10

Quantas vezes o CAf avisou, alertou, gritou bem alto que o PIG iria agir contra Dilma e PT, como estamos vendo? NÃO FOI POR FALTA DE AVISO. O controle remoto muda (e às vezes somente troca) os canais de tv; mas não apaga nem deleta páginas de jornais ou de revistas escritos ou eletrônicos. Eia! Avante! Adelante! Come on! VAMOS QUEBRAR ESSE “DISCO” DO CONTROLE REMOTO!

Responder

José X.

13/12/2012 - 17h09

O problema não é a Folha, nem mesmo a Veja.

O problema é a Globo, a única que tem condições de “atingir” milhões de brasileiros simultaneamente.

Mesmo nos tempos pré-internet pouca gente lia jornais, imagina hoje então. E como sempre, o impacto da imprensa escrita só é realizado quando é “repercutido” pela televisão, especialmente a Globo.

Enquanto os governantes brasileiros continuarem exibindo essa covardia desprezível em sua relação com a Globo vão continuar reféns da mesma.

Christina & Chávez & Correa é que estão certos: tem que peitar a mídia, ou arriscar ter o mesmo fim que Zelaya e Lugo.

Responder

    FrancoAtirador

    13/12/2012 - 18h07

    .
    .
    Esse é o ‘X’ da questão, José.
    .
    .

Azenha: Folha diz o que Lula não diz | Conversa Afiada

13/12/2012 - 16h54

[…] Folha dá aula de como tirar frase de Lula do contexto […]

Responder

Juan

13/12/2012 - 16h36

Fico me pergutando, como que depois de ver isso alguém que defenda os jornalões pode nem ao menos ficar em dúvida sobre a idoneidade da Mídia.

Esse é o PIG Limpinho !!! Que FEDE !!!

Responder

josaphat

13/12/2012 - 16h32

Numa democracia de milhões de eleitores que não leem este tipo de jornal (graças a deus?), não vai dar em nada, como sempre.
Mas e quando (acontecerá um dia?) o povo estiver mais classemediatizado e tiver gosto por folhear cadernos de jornais e opinar em caixas-de-comentários-reuniões-ideológicas fará isso diferença nas urnas?
E se tivermos até lá (há interesse do governo, ou coragem para tanto?) uma lei de mídia?

Responder

    Bonifa

    13/12/2012 - 17h34

    Lei de Mídia é bom, mas seria melhor ainda se tivéssemos um grande jornal de circulação nacional, bem paginado, moderno e sem compromisso com a velha mídia familiar, completamente independente.

Hélio Pereira

13/12/2012 - 16h31

A Folha de SP continua fiel a seu estilo manjado de distorcer comentários e manipular manchetes.
A “Falha de SP” Mente,Inventa,muda,remenda e emenda,mas não sé emenda.

Responder

braga

13/12/2012 - 16h30

desculpe-me azenha. voce chamou isso de esquentar manchete? não meu caro azenha, isso é filhadaputice mesmo. (perdão pelo palavrão). peço perdão a voce e seus leitores, não a folhona.

Responder

Belmiro Machado Filho

13/12/2012 - 15h42

Esse tipo de comportamento do PIG já é conhecido de há muito tempo. Essa demonstração de ódio ao LULA já se tornou enjoativo e sem credibilidade nenhuma. Os blogs progressistas se encarregam de mostrar que jornalismo se faz com o cérebro e não com o intestino.

Responder

Amaro

13/12/2012 - 15h37

O GARGANTA PROFUNDA DO PT

E agora é o próprio Carlinhos Cachoeira que quer falar na CPI do Cachoeira, contra o Lula, óbvio. Quando foi convocado para depor, não deu um pio porque não se lembrava de nada. Agora, “se lembra de tudo”.

Só não entendo porque o Carlinhos Cachoeira se auto denominou de “garganta profunda do PT”.

Para quem não se lembra, Garganta Profunda foi um filme pornô onde uma das atrizes mostrava toda a sua capacidade de praticar felação colocando um super pênis na boca. Será que o Carlinhos praticou felação em alguns presos enquanto estava em cana? Será que ele foi sodomizado ou ele praticou o ato prazeirozamente?

E por que o apelido de “garganta profunda do PT?” Zé Dirceu entrou também na jogada? Se entrou, Carlinhos Cachoeira já praticava felação antes de ser enjaulado?

Em quantos PTistas Carlinhos Cachoeira fez sexo oral?

Responder

    Magali Pedro

    14/12/2012 - 02h18

    Amaro, é uma referência tirada do Caso Watergate – “Garganta Profunda” era o pseudônimo do informante dos jornalistas Bob Woodward e Carl Bernstein, do Washington Post. Garganta Profunda foi quem revelou que Nixon sabia de operações ilegais contra a oposição.

Éverton Pelegrini

13/12/2012 - 15h27

É o típico jornalismo pilantra….

É a cara deles né…

Responder

O belíssimo discurso de Lula para os socialistas franceses sobre a crise econômica | Maria Frô

13/12/2012 - 15h25

[…] Sobre a pataquada da Folha um jornal que de agora em diante eu chamarei de Tio do Umbigo, leia o Azenha. […]

Responder

Mário SF Alves

13/12/2012 - 15h18

Extra! Extra! Saiu hoje na intriensa/caluniensa (versão oposição midiática): Lula se apaixonou pelo ronco de uma Ferrari F355. Disse que vai comprar uma só pra ele.
__________________________
Brincadeirinha…
________________________________
A Ferrari tá no link:… Já o Lula (agora, de verdade), este tá semeando a paz por este mundão de meu deus.
_____________________________________
Caba não mundão!

Responder

Julio Silveira

13/12/2012 - 15h17

Esperar o que dessa tal Folha, por tudo que temos visto? Mas ela ainda existe e resiste, e isso só se dá por tem gente que se nutre dela. Certamente o tipo de pessoa padrão folha, gente demente distorcida. Cada vez mais percebo esse agente midiatico exibe uma vasta Folha, corrida, e como sua turma tem corrida.

Responder

J Souza

13/12/2012 - 15h17

É só uma “mala’branda’gem”…

Responder

abolicionista

13/12/2012 - 15h05

A redação da Folha está pedindo para receber uns pacotinhos surpresa, não?

Responder

Eduardo Lima

13/12/2012 - 15h01

A “nossa imprensa” é isso aí. E, ao que tudo indica, continuará sendo por muito tempo.

Responder

Risível

13/12/2012 - 14h58

AZENHA, O JORNAL ESTADO DE SÃO PAULO VAI NO MESMO CAMINHO DO RIDÍCULO

Lula fala de crise no PT em almoço com ex-presidente da Espanha
Felipe Gonzalez se recusou a dar detalhes da conversa: ‘falamos de tudo’, afirmou
13 de dezembro de 2012 | 13h 46

Jamil Chade – correspondente de O Estado de S. Paulo

BARCELONA – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tratou da crise no PT envolvendo os escândalos de corrupção em um longo almoço que teve nesta quinta-feira, 13, em Barcelona com o ex-presidente espanhol, o socialista Felipe Gonzalez”.

RISÍVEL: Se Felipe Gonzalez se negou a dar detalhes da conversa, como o Estado sabe que Lula “tratou da crise no PT envolvendo os escândalos de corrupção?” Ridículo, não?

Responder

    Bonifa

    13/12/2012 - 17h49

    Como não podem ficar calados sobre a viagem de Lula, não têem a mínima vergonha de tentar dar um jeito de transformar a limonada em um limão.

    Gersier

    13/12/2012 - 18h41

    COVARDIA mesmo e irritante.
    Nem mulher de malandro apanha sem reagir.

Bonifa

13/12/2012 - 14h35

Coisa de molecagem jornalística. Coisa de gente muito baixa, muito pequena. Estes vigaristas da imprensa nem ligam que de fora de seu estreito palco olhos inteligentes as estejam observando.

Responder

Deixe uma resposta