VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Ziza Valadares: Mais um “combatente da corrupção” denunciado por levar propina da Odebrecht

14 de dezembro de 2016 às 18h04

Captura de Tela 2016-12-14 às 10.19.58

À esquerda, Ziza Valadares “combatendo a corrupção” (do PT) nas ruas

LAVA JATO

Delator afirma que Ziza Valadares recebeu R$ 1,5 milhão em propina

Paulo Cesena, presidente da Odebrecht Transport, afirmou que o ex-presidente do Atlético teria recebido valor para reduzir dívida da Supervia, diz Lauro Jardim, colunista de O Globo

de O Tempo, em 12/12/2016

O presidente da Odebrecht Transport, Paulo Cesena, afirma em delação premiada que o ex-presidente do Atlético e atual diretor da Light, Luiz Otávio Motta Valadares, conhecido como Ziza Valadares, recebeu R$ 1,5 milhão em propina em troca de uma redução de dívida da concessionária de trens do Rio de Janeiro, empresa controlada pelo grupo Odebrecht.

A informação é do colunista de O Globo, Lauro Jardim.

Segundo Cesena, a dívida da Supervia passou de R$ 65 milhões para R$ 9 milhões – abatimento de R$ 56 milhões.

O executivo afirma que a propina foi pedida por Ziza Valadares, pai do deputado estadual do PSDB, Gustavo Valadares, e o pagamento foi intermediado por Ramiro Ribeiro.

Além de presidente do Atlético, Ziza foi deputado pelo PSDB, presidente da Companhia Brasileiro de Trens Urbanos no governo FHC e secretário de Esportes de Belo Horizonte na gestão de Eduardo Azeredo. Ele está na Light desde 2012.

Em nota, Ziza Valadares afirma que não conhece o delator e nunca esteve com ele. O ex-presidente do Atlético afirma que as informações contidas na delação são “absurdas, inverídicas e caluniosas”. Ele diz que assumiu o cargo na Light muito depois de a dívida ter sido negociada.

“Em 2013, a dívida foi renegociada a partir de uma definição do Conselho Fiscal, que tinha autonomia e competência para discutir essa questão. Ziza não era membro do Conselho Fiscal e não teve qualquer participação com essa renegociação”, diz trecho da nota.

Leia também:

O racha no PDT por causa da PEC 55

 

7 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Carlos Lima

16/12/2016 - 09h12

Que vontade é essa de manchar o Atlético, poxa Azenha, se o dinheiro tivesse sido para o Atlético tudo bem, não sendo bastaria que colocasse que o esse tal ZIZA da turma do Aécio foi presidente do Atlético como informação, mas ficar repetindo parece coisa de torcedor Maria. Tal PIg tal Prog. jornalismo como disse o papa Francisco ‘Você pode matar uma pessoa com a língua”, afirmou em reunião com conselho internacional de jornalismo. A verdade é factual, mas a responsabilidade é a nossa missão ao informar, disse o papa também “Jornalismo não é uma arma de destruição”. GALO FORTE E VINGADOR, não podemos perder a credibilidade, ainda mais numa hora dessas.

Responder

Fernando

15/12/2016 - 13h30

Denunciado não é culpado!

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

15/12/2016 - 10h35

Tudo gente boa. Vestiram camisa verde e amarela contra a corrupção. Assim como deputados que vão à tribuna acusar o PT. Demagogos é pouco para adjetivá-los.

Responder

a.ali

15/12/2016 - 00h20

Nós, “gente de bem”,… pois sim!
Nada como um dia após o outro, cambada de salafrários.

Responder

FrancoAtirador

14/12/2016 - 23h58

.
.
Promoção Natal ODB

Compre 3 Ministros de Têmer
e Mais 2 Prefeitos Tucanos
e Leve de Brinde a Francine

https://pbs.twimg.com/media/CzrVselWQAAC4NQ.jpg
.
.

Responder

Lâmpada

14/12/2016 - 18h34

Olha aí!
GENTE DE BEM!

Responder

Deixe uma resposta