VIOMUNDO

Participe do Viomundo

ou

Digite um valor para contribuir uma única vez

 

São Paulo, 3 de março de 2015

Caros leitores,

Mais do que a estreia de uma reforma gráfica, março de 2015 marca um recomeço para o Viomundo, depois de doze anos de atividades.

Graças à contribuição de vocês, conseguimos sobreviver aos momentos de maior dificuldade, especialmente depois de uma custosa batalha jurídica com um preposto dos irmãos Marinho, das poderosas Organizações Globo — ainda em andamento.

Nossos assinantes também permitiram que dedicássemos alguns recursos à produção de conteúdo exclusivo, do tipo que não aparece na mídia corporativa.

Alguns dentre dezenas de exemplos:

“Parece que estou sonhando”, diz médica cubana que vai enfrentar o pior IDH do Brasil

Choque de gestão na Minas Gerais de Aécio Neves: Montezuma tem aeroporto mas não tem maternidade

Marcelo Freixo: Globo é sócia de um projeto autoritário de cidade

Conceição Lemes desmonta ‘câncer no pâncreas’ de Lula: “Mentira e desrespeito”, diz assessor

Guilherme Boulos: Lucro da Sabesp triplicou em sete anos e boa parte ficou com os acionistas

Agora, a blogosfera está diante de novos desafios.

É hora de se adaptar aos novos padrões de acesso à informação que tiram proveito da comunicação instantânea e da interatividade — permitidas, por exemplo, por ferramentas como o Whatsapp e o Facebook.

Com acesso de milhões à banda larga, é preciso se adequar ao predomínio cada vez maior da comunicação visual, que vem na forma de memes, cartuns, fotos e vídeos.

A mais recente reforma gráfica do Viomundo aponta nesta direção.

Queremos:

1. Aprofundar ainda mais nossa relação com os leitores, já estabelecida com a publicação de centenas de textos escritos ou sugeridos via redes sociais;

2. Publicar textos originais ou sugestões de internautas na seção De Nossos Leitores, para a qual foram reservados cinco manchetes;

2. Aumentar a produção de conteúdo próprio;

3. Oferecer conteúdo exclusivo na área audiovisual, especialmente através de galerias de fotos, cartuns e minidocs.

Impossível dar estes passos, que envolvem altos custos, dependendo apenas do financiamento de nossos próprios leitores, sem publicidade pública e de corporações, mercado do qual nos excluímos voluntariamente nos últimos anos.

Por isso, a partir de agora, decidimos receber recursos de publicidade a partir de pageviews oferecidas no mercado. Buscaremos, inclusive, formas de fazê-lo em conjunto com outros blogueiros.

Pretendemos garantir nossa sobrevivência e independência editorial com uma combinação de pageviews oferecidas no mercado, parcerias com movimentos sociais e o apoio de nossos assinantes.

Pretendemos completar com recursos próprios todos os projetos que obtiveram financiamento parcial de nossos leitores nos últimos meses.

Esta nova fase do Viomundo representa um imenso desafio.

Porém, ela é inescapável se pretendemos contribuir — como acreditamos tê-lo feito até hoje — com o enfrentamento do chamado “pensamento único da mídia”, num Brasil definido pela ONG Repórteres Sem Fronteiras como o “país dos 30 Berlusconis”.

Agradecemos imensamente o apoio e continuamos a contar com a generosidade daqueles que, através de suas assinaturas, garantem nossa travessia num cenário tempestuoso.

Nosso contato:

VIOMUNDO
Rua Maranhão, 654 – 34
Higienópolis – São Paulo – SP
01240-000 –[email protected]

Muito obrigado e boa leitura.