VIOMUNDO

Quem estimula o clima de intolerância e ódio denunciado por Bresser-Pereira

06 de fevereiro de 2016 às 01h10

Captura de Tela 2016-02-06 às 01.08.45

“Ninguém cospe no Lula, velho? Que troço desesperador. Ninguém dá uma cuspida no Lula, um sujeito desses é digno de uma cusparada.” Alexandre Fetter, em programa de rádio de emissora da RBS, a “Globo” do Sul

“Já é possível perguntar e discutir se Lula vai ser preso.” Merval Pereira, em O Globo

“Aos brados, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes chamou o ex-presidente Lula de “bêbado”, anteontem, no aniversário da ministra Katia Abreu (Agricultura). Segundo seu relato, Lula chegou embriagado em São Paulo para prestar solidariedade às vítimas do acidente da TAM, em Congonhas, ocorrido em outubro de 1996. A tragédia acabou com 99 mortos. Constrangimento geral.” Ilimar Franco, em O Globo

O cerco a Lula

por Luiz Carlos Bresser-Pereira, no Facebook

Há meses que eu ouço frases como: “Quando vão chegar no Lula?”, ou então, “Quando vão pegá-lo?”.

Porque, afinal, este é o objetivo maior do establishment brasileiro: atingir o maior líder popular do Brasil desde Getúlio Vargas.

Não porque ele seja desonesto, mas porque ele se manteve de esquerda, porque se manteve fiel à sua classe de origem não obstante o clássico processo de cooptação de que foi objeto. Pois bem, o establishment chegou ao Lula. Não para incriminá-lo, mas para tentar desmoralizá-lo.

As duas manchetes de primeira página dos dois principais jornais de São Paulo de hoje são significativas. Na Folha leio que “Lula é investigado por suposta venda de MPs”.

Não há nada contra o ex-presidente na Operação Zelotes, a não ser a desconfiança de um delegado irresponsável.

O que há nessa operação é o envolvimento de grandes empresas e de seus dirigentes em um escândalo de grandes proporções de pagamento de propinas para obterem MPs favoráveis.

No Estado, por sua vez, a manchete é “Compra de sítio foi lavrada no escritório de compadre de Lula”.

Neste caso – o do uso por Lula e sua família de um sítio no qual construtoras se juntaram para realizar obras sem que houvesse pagamento – o caso é mais objetivo. Lula aceitou um presente que não deveria ter aceito.

As contribuições de empresas a campanhas eleitorais (que até a decisão do Supremo eram legais) são afinal presentes.

Mas é impressionante como empresas dão ou tentam dar presentes mesmo a políticos – presentes dos quais elas não esperam nada determinado em troca; fazem parte de suas relações públicas.

Eu sempre me lembro de como tentaram reformar a piscina da casa do Ministro da Fazenda em Brasília quando ocupei esse cargo em 1987. Minha mulher os pôs para correr.

Era o que devia ter feito Lula, que havia acabado de sair do governo. Não o fez, e isto foi um erro político.

A reforma não aumentava seu patrimônio, apenas lhe proporcionava mais conforto. Ele não trocou o reforma do sítio por favores às duas construtoras. Não há nada sobre isto na investigação sobre o sítio.

O Estado brasileiro está revelando capacidade de se defender – de defender o patrimônio público – ao levar adiante as operações Lava Jato e Zelotes.

Dirigentes de empresas, lobistas e políticos envolvidos estão sendo devidamente incriminados e processados. A instituição da delação premiada revelou-se um bom instrumento de moralização. Mas está havendo abusos.

Houve e estão havendo abusos na divulgação de delações sem provas, houve abuso em prisões cautelares ou provisórias quando não havia razão para elas.

E não é razoável o que se está fazendo com Lula. Só um clima de intolerância e de ódio pode explicar o cerco de que está sendo vítima.

Leia também:

Na ânsia de acusar, Estadão transforma cheque em dinheiro vivo

 

20 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Nelson

08/02/2016 - 22h54

Bater no PT ou no Lula ficou “mais fácil do que empurrar bêbado em ladeira”.

Não sei se o Lula tem alguma culpa. O que sei é que, até agora, não apresentaram algo realmente consistente para incriminá-lo.

Quero ver estes supostos defensores da moralidade pública, Fetter, Merval, Mendes e outros, questionarem, hora a hora, dia a dia, semana a semana, mês a mês… como fazem com o PT, o Sr Fernando Henrique Cardoso, contra o qual temos fortíssimos indícios de corrupção e de roubalheira das grossas. A seguir, cito apenas dois de muitos casos.

Primeira sugestão: eles poderiam perguntar, exaustiva e insistentemente, como é que FHC investiu R$ 21 bilhões do dinheirinho de todos os brasileiros para depois entregar a telefonia por apenas R$ 13,5 bilhões.

Segunda sugestão aos supostos defensores da moralidade pública: perguntem ao FHC, também exaustivamente, o que o fez entregar a Vale do Rio Doce por apenas R$ 3,3 bilhões de reais, recebendo apenas um terço em dinheiro, outro terço em moedas podres e o terço restante financiando o “comprador” via BNDES, quando as riquezas sob controle da empresa chegam a um valor 1.000 vezes maior, no mínimo.

Eles se mostram tão corajosos em acusar o Lula, mas não têm um pingo de coragem de dizer uma palavra sequer de crítica àquele que fez o governo mais corrupto e deletério da história brasileira, o FHC.

Em tempo. Não tenho vocação alguma para bancar o advogado do diabo. Se é para “sentar o pau” no Lula e nos governos do PT, estou à disposição. Estou aberto a debatê-los, de forma racional, sem esses histerismos todos, dignos de gente que não tem argumentos para enfrentar um debate.

Lembrando que, já em 2006, eu não estava a fim de reeleger o Lula. Mas, quando vi, do outro lado um tucano, não tive dúvidas de que não poderia deixar uma dessas aves bicudas voltar ao poder. O mesmo posso afirmar da eleição e reeleição da Dilma.

Responder

Urbano

08/02/2016 - 15h05

Difícil é encontrar um ódio, principalmente o gratuito, que não seja escroque…

Responder

Lukas

07/02/2016 - 12h14

Mas, afinal, o sítio é mesmo do Lula, como afirma Bresser Pereira?

Responder

Gerson

07/02/2016 - 08h49

Ou não entendi o que li ou tem um erro na matéria sobre o sítio: quem tem que aceitar ou não a reforma não é o Lula, e sim o dono do sítio, não?

Responder

    FrancoAtirador

    07/02/2016 - 18h18

    .
    .
    Espião Duplo tem Lâmina pelos 2 Lados.
    .
    (http://jornalggn.com.br/noticia/desinformacao-a-arma-de-guerra-mais-poderosa-por-walter-felix)
    .
    .

    Sidnei Brito

    07/02/2016 - 21h26

    Incansável Gerson, em outro espaço que destacou o texto do ex-ministro, eu havia observado – assustado – a mesma coisa. Lá eu coloquei o seguinte comentário, que colo abaixo?

    “Eu é que não sei ler direito, ou o Bresser está mesmo tratando o tal sítio como propriedade do Lula?
    Pode não estar mal-intencionado, mas sugere que (o cara que se diz) dono é um laranja.
    Um laranja que tem negócios com grupos empresarias ligados aos meios de comunicação?!
    Ou o Bresser comeu bola, ou eu perdi alguma coisa, ou, no fundo, ele acredita nas ilações da imprensa.
    Caso eu não tenha entendido, não me ofendo se alguém quiser “desenhar” para mim.”

FrancoAtirador

06/02/2016 - 13h53

.
.
Quem Ganha com a ‘Crise’ Político-Econômica
e com o Clima de Instabilidade Institucional:
.
Itaú UniBanco registra novo Lucro Recorde
.
R$ 23,35 BILHÕES em 2015, alta de 15,4%
.
(http://www.infomoney.com.br/itauunibanco/noticia/4558324/lucro-itau-registra-novo-recorde-atinge-2015-alta)
.
Lucro do Bradesco em 2015 é o 2º Maior da História entre Bancos no País
.
O Bradesco teve Lucro Líquido de R$ 17,87 BILHÕES em 2015,
montante 16,4% Maior que o apresentado no ano anterior.
.
(http://www.spbancarios.com.br/Noticias.aspx?id=13918)
(http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/bradesco-tera-merchandising-jn-588176)
.
.
Itaú, Bradesco e Santander, juntos, lucram R$ 47 BILHÕES em 2015
.
(http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2016/02/economia/480286-juntos-itau-bradesco-e-santander-lucram-r-47-bilhoes.html)
.
.
Globo pretende fazer a maior cobertura da história com os jogos olímpicos
.
As 6 Cotas de Patrocínio já estão Todas Vendidas
.
para Bradesco, Claro, Coca-Cola, P&G, Fiat e Nestlé.
.
Confira a foto do estúdio que terá Localização Privilegiada e Exclusiva:
.
(http://otvfoco.com.br/globo-pretende-fazer-a-maior-cobertura-da-historia-com-os-jogos-olimpicos)
.
.

Responder

FrancoAtirador

06/02/2016 - 13h44

.
.
Quem Ganha com a ‘Crise’ Político-Econômica
e com o Clima de Instabilidade Institucional:
.
Itaú UniBanco registra novo Lucro Recorde
.
R$ 23,35 BILHÕES em 2015, alta de 15,4%
.
(http://www.infomoney.com.br/itauunibanco/noticia/4558324/lucro-itau-registra-novo-recorde-atinge-2015-alta)
.
Lucro do Bradesco em 2015 é o 2º Maior da História entre Bancos no País
.
O Bradesco teve Lucro Líquido de R$ 17,87 BILHÕES em 2015,
montante 16,4% Maior que o apresentado no ano anterior.
.
.
Itaú, Bradesco e Santander, juntos, lucram R$ 47 BILHÕES em 2015
.
(http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2016/02/economia/480286-juntos-itau-bradesco-e-santander-lucram-r-47-bilhoes.html)
.
.

Responder

verdadeiramente

06/02/2016 - 10h44

Tem que ser muito bitolado para acreditar nisso “Mas é impressionante como empresas dão ou tentam dar presentes mesmo a políticos – presentes dos quais elas não esperam nada determinado em troca; fazem parte de suas relações públicas.”

impressionante a capacidade das pessoas tentarem inocentar um “lider do povo” que na verdade hoje é mais um integrante das zelites

Responder

Ninguém

06/02/2016 - 10h31

Esqueceu de mencionar as denúncias e vazamentos seletivos, sempre contra o PT e aliados, além da completa ausência de investigações contra a oposição, denunciada inúmeras vezes e com muito mais consistência.

Mas, com um ministrasto tucano na justiça, fica difícil. O que José Eduardo Quinta-Coluna Cardozo está fazendo no governo? Cadê os terroristas que jogaram uma bomba no instituto Lula? Cadê a exoneração dos delegados da PFT (Polícia Federal Tucana) que fazem campanha política irregular ao arrepio do ordenamento jurídico? Cadê a exoneração do delegado da PFT que usou a imagem da PR como alvo? A oposição agradece a PR por manter esse sacripanta no cargo.

Responder

Deixe uma resposta