VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Nilmário Miranda: Assessor da liderança do PPS esteve com Dirceu

01 de maio de 2014 às 15h51

Do site da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara

Of. 131/2014-P Brasília, 30 de abril de 2014

A Sua Excelência a Senhora

DÉBORA VALLE DE BRITO

Juíza da Vara de Execuções Penais de Brasília

Fórum Júlio Fabrine Mirabete

SRTVS, Quadra 701, Bloco N, Lote 08, Asa Sul, 2º andar,

Brasília / DF. CEP 70.370-000

Assunto: divulgação de vídeo gravado clandestinamente durante visita ao complexo penitenciário da Papuda por Delegação da Câmara dos Deputados

Senhora Juíza,

A respeito da divulgação de vídeo no portal da Folha de São Paulo, na noite de terça-feira (29), contendo gravação clandestina da visita da representação desta Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) realizada ontem, cabe informar o que se segue, com o objetivo de contribuir para as providências que julgar cabíveis:

Ciente do indeferimento do pedido de gravações de imagens no interior do Complexo Penitenciário da Papuda durante a visita, conforme Decisão dessa Egrégia VEP, a orientação prestada pelo Presidente da CDHM, Deputado Assis do Couto, foi expressa no sentido do cumprimento pleno da proibição.

De igual teor foi a orientação deste 1º Vice-Presidente, Deputado Nilmário Miranda, que coordenou a diligência à Papuda, inclusive repassando a referida orientação aos integrantes da Delegação durante o deslocamento até o complexo penitenciário.

Repudiamos a gravação clandestina, feita à revelia da orientação da CDHM, ardil que, além de violar a ordem dessa VEP, violou a intimidade do um preso.

Não encontramos evidências de que a mesma tenha sido produzida pelos integrantes desta Comissão.

Eram os seguintes as pessoas presentes à Delegação da Câmara que realizou a Diligência da CDHM:

Deputado Federal Nilmário Miranda

Deputado Federal Arnaldo Jordy

Deputado Federal Jean Wyllys

Deputada Federal Luiza Erundina

Deputada Federal Mara Gabrili.

Os deputados foram acompanhados de assessoria técnica, a saber:

Marina Basso Lacerda, assessora da CDHM

Letícia Gobbi, assessora da CDHM

Rafael Henrique Barzotto, assessor da CDHM

Debora Bithiah de Azevedo, consultora legislativa

Wilson Silveira, repórter da SECOM/Câmara dos Deputados

Gabriela Korossy, fotógrafa, que não foi autorizada a entrar no complexo penitenciário

Gidalva Cardozo, cuidadora da Deputada Mara Gabrilli

Renato Jaqueta Benine, assessor da Deputada Mara Gabrilli

Vicente Evaristo Santos Bezerra, secretário parlamentar do Deputado Federal Arnaldo Jordy

William Pereira Dos Passos, Assistente Técnico da liderança do PPS.

No Ofício n° 129/2014/P, dirigido à VEP relacionando os nomes de membros e assessores da Delegação, a presença dos servidores que acompanharam o Deputado Arnaldo Jordy (William e Vicente) não figurava na lista, porque a presença deles não havia sido comunicada à CDHM previamente.

Como o Deputado Nilmário Miranda, coordenador da atividade, determinou que somente os Deputados poderiam acompanhar a visita às celas, permaneceram na sala da direção do CIR, na companhia do agente penitenciário Sr. Rone Hoffman, os assessores Marina Basso Lacerda, Letícia Gobbi, Rafael Henrique Barzotto, Debora Bithiah de Azevedo, Renato Jaqueta Benine e Vicente Evaristo Santos Bezerra.

Deputado NILMÁRIO MIRANDA

1º Vice-Presidente Coordenador da Diligência

Uma análise das imagens e de fotos pode ajudar a determinou quem cometeu o crime em nome da Folha

PS do Viomundo: O vídeo foi feito com uma micro-câmera colocada ou na gravata ou num dos botões da camisa do assessor. Curiosamente, até agora não houve prova definitiva de nenhuma das regalias apontadas em denúncias fajutas da Folha, de O Globo e do Estadão. Violação de direitos comprovada, houve: a publicação de fotos de José Dirceu na Veja e do vídeo na Folha. Logo eles, que se preocupam tanto com o “cumprimento das leis”, se colocam acima delas!

Leia também:

Rovai: William Pereira dos Passos suspeito de filmar Dirceu ilegalmente e repassar à Folha 

 

13 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

pOIS É

02/05/2014 - 11h11

num país sério, a própria comissão iria gravar todo visita e depois passar no plenário. Mas como estamos falando de….

Responder

Valmont

02/05/2014 - 10h59

Eles estão tranquilos, afinal Ayres Brito e sua banda do STF já assentaram que os barões da mídia estão acima até da Constituição Federal. Não há lei que os limite. Tudo em nome da LIBERDADE DE “IMPRENSAR”.

Os agraciados dos Institutos Inovare/Millenium e seus excelsos patronos são “tutti buona gente”, uma verdadeira “famiglia”.

A CPI do Cachoeira comprovou que o oligopólio midiático que comanda o Brasil tem mais força que os Três Poderes da República.

Responder

Abelardo

01/05/2014 - 23h02

A filmagem feita na cela do complexo da Papuda em que José Dirceu se encontra (em surdina, camuflada e as escondidas) foi imediatamente recebida e divulgada pelos vampiros da mídia. Esse é mais um dos crimes que os lados marginais da oposição e da mídia praticam. Eles são cínicos, traiçoeiros, alcoviteiros, clandestinos, sorrateiros, inconfiáveis, indignos, falsos, desleais e o pior exemplo da pior espécie, que não se pode jamais confiar. Essa é mais outra pequena amostra do que o núcleo da oposição golpista e o núcleo da mídia bandida podem fazer para alcançar seus objetivos. A população terá que estar muito atenta para extirpar da sua lista de preferências esses núcleos políticos/midiáticos marginais, que tentam desestabilizar o governo federal com essas atitudes criminosas e condenáveis, que fingem combater, mas que são os principais protagonistas.

Responder

    Julio Siveira

    02/05/2014 - 17h12

    Esse é tipo de crime que poderia ser aproveitado pelo PT em sua campanha política, inclusive para mostrar os métodos baixos utilizados, também a falsa isenção vinda de adversários dentre eles os midiaticos. É com base nessa liberdade que eles bloqueiam a todo custo uma lei de médios no país, quando a maioria dos países chamados desenvolvidos, que os inspiram já fizeram. O Brasil continua como no tempo do império, será um dos últimos países a abolir legalmente a escravidão. Hoje mudou o tipo, mas persiste a escravidão seus escravocratas sinhozinhos e seus capitães do mato.

CLEBER

01/05/2014 - 22h12

Os animais que fizeram esta filmagem, é que deveriam estar atrás das grades pois, atropelam a lei e fazem a justiça de gato e sapato ou será que vai acontecer alguma coisa contra estes oportunistas e aproveitadores? estes caras usam terno e gravata para se disfarçar. Não tém capacidade e nem moral para estar aonde estão. Os brasileiros não podem ficar apáticos diante de um atentado destes. Vergonha. Esperamos que a justiça se manifeste e aja com rigor e sem parcimônia para que isso não se repita. Essa matilha não está preocupada em saber de regalias pois, eles já sabem que contra o PT a justiça age com o rigor da lei, na realidade o que esta turma queria era se apropriar das imagens do companheiro Dirceu naquela situação e divulgá-las em campanha política.

Responder

Marat

01/05/2014 - 21h03

Se depender de nossa justiça, sabem o que acontecerá com os criminosos?

Responder

Julio Siveira

01/05/2014 - 18h59

Esses grupos não tem a mínima moral para criticar crime de quem quer que seja, são os primeiros a comete-los no afã de atingir seus interesses. Espero que esse grupo de parlamentares tenham força de representação suficiente para fazer exemplar as consequências para esse ilícito. Imaginem, se fazem isso sem nenhum pudor com autoridades, o que não fariam contra um cidadão comum.

Responder

FrancoAtirador

01/05/2014 - 18h08

.
.
1 de maio de 2014 às 1:32 am
Diário do Centro do Mundo (DCM)

Suspeito de ter feito vídeo de Dirceu na Papuda
é casado com apresentadora da Rádio CBN/GLOBO

Bastaram alguns minutos após o término da visita da comitiva formada por integrantes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) ao presídio da Papuda para que a Folha de S. Paulo publicasse em seu site um vídeo com imagens de José Dirceu.
O grupo não tinha, no entanto, a autorização judicial para fazer as imagens.

“A juíza da Vara de Execuções Penais, Débora Valle de Britto, não permitiu que fossem feitos vídeos.
Por conta disso, todos os assessores ficaram aguardando do lado de fora, não tiveram acesso à cela em que Dirceu estava.
Exceto um, que não ficou e acompanhou.

É o mesmo que não estava relacionado para fazer a visita”, relata o deputado Nilmário Miranda (PT-MG), membro da comitiva.

Ele se refere a William Pereira Dos Passos, assistente técnico da liderança do PPS.

Passos é casado com a jornalista Roseann Kennedy, da CBN (http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/roseann-kennedy/ROSEANN-KENNEDY.htm).

“Era a única pessoa que estava lá – não deveria estar – e que não aparece no vídeo.
Todos os demais aparecem”, acrescenta Nilmário.

Detalhes no Blog do Rovai, na Revista Fórum:
(http://www.revistaforum.com.br/blogdorovai/2014/04/30/assessor-pps-e-suspeito-de-ter-feito-video-de-ze-dirceu-na-papuda)

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/suspeito-de-ter-feito-video-de-dirceu-na-papuda-e-casado-com-apresentadora-da-cbn
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    01/05/2014 - 18h25

    .
    .
    Comentário de Stanley Burburinho, no FaceBook

    Apesar da Juíza da Vara de Execuções Penais, Débora Valle de Brito, ter proibido filmagens dentro da Papuda,
    um assistente do PPS, que não estava relacionado no grupo que visitou as condições da prisão de Dirceu,
    filmou a cela de Dirceu e entregou as imagens para a Veja, Folha de São Paulo e outros veículos da velha mídia.

    Esse assistente do PPS é marido da repórter Roseann Kennedy da rádio CBN e TV Globo.

    A pergunta é:
    onde ele conseguiu a micro-câmera de lapela que ele usou para filmar?
    Não é um equipamento barato.
    Quem costuma usar esse tipo de equipamento?

    (https://www.facebook.com/pages/Stanley-Burburinho/223843157776973)
    .
    .

Dias

01/05/2014 - 17h54

Essa foto na uol ( http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2014/04/30/em-relatorio-deputados-dizem-que-dirceu-nao-tem-regalias-na-prisao.htm ) mostra o assessor, de óculos escuros, ao lado do seu deputado Jordy do PPS (com a mão direita no peito, á frente da moça com papéis á mão)e vale a pena apreciar o botão do prendedor de seu crachá, além da camisa e o paletó que veste, em relação a foto desse post que revela o punho do “cineasta papudo”. Será o Wally?

Responder

Francisco

01/05/2014 - 17h14

O que tem que comprovar logo é se o sujeito fez o serviço “sob encomenda”. Se foi, é formação de quadrilha e teremos gente da Folha e da Veja dando explicações à justiça (não que isso vá fazer alguma diferença, bem sabemos…).

Para o PT fica demonstrado que não ter dado o tratamento devido ao caso Cachoeira, deu nisso.

Aliás, inicio aqui a tradição de encerrar meus posts sobre as imprevidências do PT com a frase que define o PT hoje (talvez sempre, a gente é que não sabia):

“Gente burra e fraca tem mais que se estrepar”.

Responder

Luís Carlos

01/05/2014 - 16h58

Eles, os justiceiros, podem tudo, inclusive violar leis e a própria Constituição Federal. A mídia corporativa adora isso, burlar leis em seu próprio benefício.

Responder

Marat

01/05/2014 - 16h02

Será que o assessor do Jordy agiu como um Justin Bieber da vida?

Responder

Deixe uma resposta