VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas

Carlos Neder: O que Alckmin pensa sobre Robson Marinho?

27 de maio de 2014 às 13h26

Queremos a verdade

por Carlos Neder*

Temos acompanhado, estarrecidos, a série de denúncias que envolvem o conselheiro Robson Marinho, vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE). Ele é acusado de ter recebido dinheiro, de maneira indevida, por contratos firmados pelo governo estadual do PSDB com a multinacional Alstom, que denunciou o cartel do metrô e dos trens, interessada em manter sua participação no mercado globalizado.

Secretário da Casa Civil do governador Mário Covas entre 1995 e 1997, ele foi indicado politicamente para ocupar uma das vagas de conselheiro do TCE. Detentor de contas secretas na Suíça e não declaradas ao fisco brasileiro, Robson Marinho é investigado, desde 2008, em três esferas.

No âmbito federal, por ter foro privilegiado perante o Superior Tribunal de Justiça (STJ), a investigação se deve à prática de crimes contra a ordem tributária, lavagem de dinheiro e evasão de dívidas. No Estado de São Paulo, onde não conta com esse foro, há dois inquéritos abertos: um por improbidade administrativa e outro por enriquecimento ilícito.

As suspeitas dão conta de que, em sete anos, Robson Marinho, que foi prefeito de São José dos Campos, teria recebido cerca de R$ 6 milhões da Alstom. A Justiça suíça investiga desde 2007 um esquema de pagamento de propina a funcionários públicos, pela empresa, em troca de privilégios na assinatura de contratos.

O Ministério Público de São Paulo só está aguardando o envio de provas das autoridades suíças para entrar com ação contra os envolvidos no caso. Mas, enquanto isso, o conselheiro continua dando expediente normal no TCE e se aproveita do seu cargo para atacar e desmerecer o trabalho conduzido pelos promotores responsáveis pela investigação.

A postura autoritária e pretensamente acima da lei de Robson Marinho em nada contribui para a imagem do TCE, que tem como função o acompanhamento e julgamento das contas do governador, dos prefeitos, dos presidentes de Câmaras Municipais, além de avaliar as próprias contas da instituição.

Causa surpresa, até o momento, o fato da Assembleia Legislativa não ter feito nada a esse respeito. No mínimo, o correto seria chamar os promotores do caso e o próprio conselheiro para explicar as graves denúncias. Afinal, como órgão auxiliar do Legislativo paulista, o TCE deve explicações aos deputados estaduais.

Robson Marinho precisa vir a público para esclarecer essa situação. Não basta alegar que as provas apresentadas contra ele foram obtidas de modo ilícito e dizer que não são dele as contas descobertas na Suíça.

A população paulista, que já enfrenta sérios problemas provocados pelo descaso da gestão do PSDB, como a falta de água, tem o direito de saber como atuam os agentes públicos e os serviços mantidos com o dinheiro dos impostos que pagam ao Estado. E o governador, o que pensa a respeito?

*Deputado estadual do PT

Leia também:

Emissora da Globo abre espaço para campanha explícita contra Dilma

 

12 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Messias Franca de Macedo

28/05/2014 - 22h47

[“Tem mosca na sopa, moqueca de traíras e mais um gol contra do ‘(Tíbio) PT da Governança’!”]

Advogado que levou PT à derrota no STF é ligado a Gilmar

qua, 28/05/2014 – 19:10 – Atualizado em 28/05/2014 – 21:23

Por jornalista Luis Nassif

(…)
Antes mesmo da ação ser distribuída, no entanto, o advogado saiu distribuindo entrevistas à mídia. Fez alarde antes, levantou a bola para Mello cortar, fez alarde depois e o resultado final foi visto como uma derrota do PT e uma vitória a mais no jogo de procrastinação de Joaquim Barbosa.
Seria um advogado inexperiente? Não, pelo contrário, é grande especialista em direito constitucional, conforme se conferirá a seguir.
(…)
Está de bom tamanho? Ainda não. Na inauguração do campus da Unemat (Universidade Estadual de Mato Grosso) em Diamantino, as duas principais personalidades presentes foram o Ministro Gilmar, filho da terra, e o deputado Riva, com um discurso consagrador (http://tinyurl.com/lkfrxuy).
PS – Para quem achou pouco, Rodrigo é advogado de Gilmar nas ações contra a Carta Capital e contra o jornalista Rubens Valente. E o nome de Gilmar aparece 40 vezes em seu currículo.

FONTE: http://jornalggn.com.br/noticia/advogado-que-levou-pt-a-derrota-no-stf-e-ligado-a-gilmar#comment-329762

Responder

Messias Franca de Macedo

28/05/2014 - 22h09

BOMBA! EXTRA! ATO FALHO OU NÃO, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil ‘prova’ que o julgamento da Ação Penal 470 foi eminentemente político-tendencioso! ENTENDA

“Não deve haver vitória do discurso da intolerância e do direito penal do inimigo: se o condenado é inimigo eu devo cumprir a lei, se é amigo não devo cumprir. A interpretação vingativa…”

Declaração proferida por Marcus Vinícius Coelho, presidente da OAB – último parágrafo da matéria ‘Janot diz que decisão sobre semiaberto gera insegurança jurídica’

Por jornalista Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil – Edição: Beto Coura
8/05/2014 15h47 – Brasília
FONTE: http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2014-05/janot-diz-que-decisao-sobre-semiaberto-gera-inseguranca-juridica

RESCALDO: em vez dos termo ‘réu’ ou ‘condenado’, o doutor Marcus Vinícius Coelho utilizou o verbete INIMIGO!

EM TEMPO FASCIGOLPISTA: o fio da meada está dando nó no próprio golpe jurídico-midiático!’

Responder

Joselito

28/05/2014 - 08h50

“O Ministério Público de São Paulo só está aguardando o envio de provas das autoridades suíças para entrar com ação contra os envolvidos no caso.”

Acho que se foram nas gavetas do MP-SP, tais provas já devem estar consumidas pelas traças, talvez a 10anos lá………

Responder

Messias Franca de Macedo

27/05/2014 - 22h13

[A revista ‘veja’ detona a nefasta, fatídica e famigerada era PSDB/DEMo!]

“Temos que fazer os italianos na marra, que estão com o Opportunity. Combina uma reunião para fechar o esquema. Vamos fechar
daquele jeito que só nós sabemos fazer.”
Luiz Carlos Mendonça de Barros, então ministro das Comunicações do governo TUCANO FHC, em telefonema ao presidente do BNDES, André Lara Resende, referindo-se ao consórcio do banco Opportunity com a Telecom Italia no leilão das teles”

FONTE:
[pasme!]http://veja.abril.com.br/infograficos/rede-escandalos/rede-escandalos.shtml?governo=fhc&scrollto=47

Responder

Giordano

27/05/2014 - 18h59

Capo de tutti i capi

Responder

Messias Franca de Macedo

27/05/2014 - 17h36

… Creio que o Tucano Geraldo alckmin irá afirmar que “o robson marinho é um homem probo, de conduta ilibada e histórico reto!”
Se forçar a barra, dirá que que apelará para ‘São Robso’ mandar chuvas para o estado de São Paulo: São Pedro e São Paulo tornaram-se militantes do PT bolivariano!…

Que país é esse, sô?!…

Responder

    Messias Franca de Macedo

    27/05/2014 - 17h37

    errata desprezível: ‘São Robson’

    Rodrigo Leme

    27/05/2014 - 18h15

    Ele pode dizer isso, ou pode dizer que não sabia, que o Robson é uma vítima de uma conspiração política de adversários sem discurso, ou então…esqueci. Que bobagens o PT costuma dizer nessas horas mesmo sobre seus bandidos? Podiam compartilhar know how pros bandidos do PSDB.

    Julio Silveira

    27/05/2014 - 20h35

    Rodrigo, concordo com você em parte. Concordo que bandidos são todos iguais sejam da quadrilha que forem falam a mesma linguagem a do crime. Mas, aqui no Brasil onde as instituições foram sendo constituídas por uma cultura preconceituosa e elitista essa sua visão que deveria ser a natural foi se transformando em lateral, onde apenas um lado fica sendo criminalizado, aquele que não tem junto de si a força econômica. Provavelmente você não aceite isso, mas a fotografia mostra contra quem e quais pescoços a guilhotina da nossa justiça tem preferencia por degolar.

Messias Franca de Macedo

27/05/2014 - 17h33

JANIO DE FREITAS

É PRECISO INVESTIGAR PATRIMÔNIOS DOS TUCANOS!

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/janiodefreitas/2014/05/1460424-as-claras-e-as-escuras.shtml

Responder

Lukas

27/05/2014 - 14h09

Acho que o Alckimin vai dizer que não sabia.

Responder

    João Soares Santos

    27/05/2014 - 18h54

    Que nada Lukas. Ele vai dizer que isso tudo é mentira, pois o Robson Marinho é probo. Então esse bando de Santelmos de São Paulo vão acreditar e fica por isso mesmo.

Deixe uma resposta